Pará de Minas elabora plano de ação para evitar tragédias durante período chuvoso

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

Desde o início da semana o estado de Minas Gerais está em alerta para uma possível chuva forte nesta sexta-feira, 24 de janeiro. Nos primeiros dias da semana, os temporais causaram estrago em várias partes do estado. Em Pará de Minas não foi diferente.

Na segunda-feira (20) um temporal à tarde deixou muita gente assustada. Vários pontos da cidade foram alagados. Na avenida Presidente Vargas era impossível saber onde estava o canteiro central, já que a água tapou tudo. Na Rua Porciúncula, um motociclista foi derrubado pela força das águas.

O medo de muitos moradores era em relação à nova ponte na Rua Cardeal Hugolino, mas felizmente a obra resistiu ao temporal.

No dia seguinte à chuva, muito trabalho para os funcionários da Secretaria Municipal de Obras e Infraestrutura. A terça-feira (21) foi de limpeza nas principais vias, especialmente a Presidente Vargas. Eles retiraram também entulho dos bueiros e limparam o córrego Água Limpa.

A quinta-feira (23) já amanheceu chuvosa. Por volta das nove da manhã o volume de água aumentou consideravelmente e mais estragos em vários pontos da cidade. O temporal causou inundação de um lado da Presidente Vargas e transformou a Praça Torquato de Almeida, no Centro, em um verdadeiro piscinão.


Se a previsão nesta quinta-feira era de chover 55mm em Pará de Minas, segundo sites especializados em meteorologia, na sexta-feira, 24, a previsão é de 95mm. Com este alerta, o medo é de deslizamentos e o nível dos ribeirões e córregos que cortam a cidade aumente consideravelmente, causando ainda mais transtornos.

A Defesa Civil do Estado de Minas Gerais emitiu alerta que até sábado, 25 de janeiro, pode chover em Minas Gerais até 250mm, o que causaria grandes estragos em muitas cidades.

Diante de tudo isso, a Prefeitura de Pará de Minas, em conjunto com a Coordenadoria Municipal de Defesa Civil, secretarias municipais, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros Militar, Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) e equipe de resgate Anjos do Asfalto, elaborou um plano de ação emergencial. .

A expectativa é que as previsões não se confirmem, mas segundo o prefeito Elias Diniz (PSD), caso ocorra, Pará de Minas estará preparada:

Elias Diniz
eliasdinizprevichuva1


A área central de Pará de Minas também preocupa as autoridades. Tanto na praça Torquato de Almeida como também a região da rua Doutor Higino:

Elias Diniz
eliasdinizprevichuva2

O prefeito ainda pede à população que não coloque o lixo nas ruas nesta sexta-feira. A Engesp, responsável pela coleta, está em situação de alerta. A prefeitura estuda publicar um decreto proibindo o funcionamento do comércio em pontos críticos:

Elias Diniz
eliasdinizprevichuva3

O plano de ação também conta com locais já prontos para abrigar pessoas em situação de risco. Caso haja algum problema elas serão levadas para as quadras do bairro Dom Bosco; da Escola Estadual Fernando Otávio; e para o poliesportivo da Associação Comunitária Padre Grevy, no bairro Nossa Senhora de Fátima.

Funcionários da Secretaria Municipal de Obras e Infraestrutura também já estão a postos para ajudar caso necessário:

Elias Diniz
eliasdinizprevichuva4

Ainda nesta quinta-feira (23) a Coordenadoria Municipal de Defesa Civil de Pará de Minas foi acionada em pontos diversos. Moradores ficaram ilhados em casa, com água por todos os lados. Os técnicos conseguiram resgatar as pessoas e elas tiveram apenas perdas materiais.

Alguns pontos são considerados críticos e todos estão em alerta, como explica o vice coordenador Arthur Antônio Barbosa Rezende:

Arthur Antônio Barbosa Rezende
arthurprevichuva1

Os animais desabrigados devem ser levados, segundo a Prefeitura de Pará de Minas, para o Centro de Controle de Zoonoses, durante o período de alerta. Caso seja necessário acionar a Defesa Civil, basta ligar nos telefones (37) 3233-5614 e 9 9663-7021.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
Don`t copy text!