Cuidado: Cidade Ozanam não realiza nenhuma campanha para reformar quarto incendiado e pagar funeral de idosos

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

A noite de 1º de outubro de 2019 ficará registrada na memória de muitos paraminenses. A notícia chegou primeiro nas redes sociais e mostravam ambulâncias chegando à Cidade Ozanam. Após alguns minutos veio a confirmação: um incêndio foi registrado em um dos quartos do asilo e dois idosos ficaram gravemente feridos.

Os idosos de 60 e 78 anos foram levados rapidamente ao Hospital Nossa Senhora da Conceição e em seguida, em estado gravíssimo, transferidos ao Hospital João XXIII em Belo Horizonte.

Funcionários da entidade e militares que ajudaram a tirar os idosos do quarto foram levados à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) após inalar fumaça, mas liberados em seguida, estáveis.

As vítimas tiveram 90% dos corpos queimados e não resistiram aos ferimentos. O de 78 anos morreu no dia 3 de outubro e dois dias depois faleceu o outro idoso.

Desde então, especialmente nas redes sociais e grupos de mensagens instantâneas, muito se comenta sobre responsabilidades e o que poderia ter sido feito para evitar o acidente. A Polícia Civil abriu um inquérito para investigar as causas, mas acredita-se que um dos idosos fumava no quarto, ele dormiu e cigarro caiu no colchão, quando as chamas iniciaram.

Após o incêndio, o quarto foi periciado mas já está em pleno funcionamento. Ele foi reformado e ganhou nova pintura e móveis.

Especialmente nas redes sociais há informações de uma campanha para reestruturação do quarto, mas tudo não passa de fake news. A reportagem do Portal GRNEWS ouviu o presidente da Cidade Ozanam, Sebastião de Oliveira Gonzaga. Ele esclarece que a entidade não está realizando nenhuma campanha ou arrecadação de fundos:

Sebastião de Oliveira Gonzaga
sebastiaosituacaocidozan1


Outra campanha que seria realizada pela Cidade Ozanam seria uma rifa para pagar o funeral dos idosos. O presidente mais uma vez confirma que esta informação é falsa.

Há uma rifa entre os 800 vicentinos para a pintura da fachada da entidade e estas cartelas não são vendidas à população em geral:

Sebastião de Oliveira Gonzaga
sebastiaosituacaocidozan2

O momento agora é de prevenção. A diretoria está providenciando um projeto que será entregue ao Corpo de Bombeiros. Após a aprovação, é que a entidade deve mobilizar a população para iniciar as obras de adequação. Quando isso acontecer o presidente Sebastião de Oliveira garante que vai procurar os veículos de comunicação oficiais da cidade para convocar os paraminenses a ajudar:

Sebastião de Oliveira Gonzaga
sebastiaosituacaocidozan3

Como todas as noites, os funcionários da Cidade Ozanam fazem rondas nos quartos, para ver se tudo está certo. Mas os visitantes também podem ajudar. Logo na entrada do imóvel há uma placa explicando que alimentos e cigarros devem ser entregues aos funcionários e não diretamente ao idoso.

Segundo o presidente é importante que todos tenham esta consciência, pois muitos idosos têm restrições alimentares e é feito o controle da quantidade de cigarros fumados:

Sebastião de Oliveira Gonzaga
sebastiaosituacaocidozan4

Quem quiser realmente ajudar a Cidade Ozanam, deve procurar a diretoria para saber as principais necessidades da entidade e dos idosos:

Sebastião de Oliveira Gonzaga
sebastiaosituacaocidozan5

A ajuda à Cidade Ozanam também pode vir de visitas. Os idosos estão lá todos os dias aguardando uma pessoa para conversar e ajudar a passar o tempo. A Cidade Ozanam de Pará de Minas fica na Rua Santa Terezinha, no bairro JK.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

Don`t copy text!