Equipe faz busca ativa para recadastrar beneficiários do BPC em Pará de Minas

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

Em todo o Brasil aproximadamente 1,1 milhão pessoas que recebem o Benefício de Prestação Continuada (BPC) ainda não se recadastraram no Cadastro Único do governo federal.

A formalização desse registro é obrigatória e deve ser realizada até 31 de março por todos os beneficiários que fazem aniversário nos três primeiros meses do ano. Se a regularização não for feita até a data-limite, o auxílio pode ser suspenso.

O BPC pago mensalmente o valor de um salário mínimo aos idosos com mais de 65 anos e pessoas com deficiência com renda familiar per capita de até ¼ do salário mínimo (R$ 249,50, atualmente).

Quem não regularizou a situação deve procurar um dos Centros de Referência de Assistência Social (Cras). É necessário ter em mãos o Cadastro de Pessoa Física (CPF) e o comprovante de residência. O responsável familiar também pode fazer a inscrição, desde que leve os documentos das pessoas que moram com o beneficiário.

Em Pará de Minas este serviço é gerenciado pela Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social. A maioria dos beneficiários paraminenses já regularizou a situação. Para localizar os demais uma equipe está realizando uma busca ativa, como informa Isadora dos Santos Copato Costa, gestora do Cadastro Único no município:


Isadora dos Santos Copato Costa
isadoracopatobpc1

Explica que o governo federal dividiu em lotes os beneficiários do BPC que precisam fazer o recadastramento ao longo de 2019. Alerta em março termina o prazo para as pessoas que nasceram nos primeiros meses do ano:

Isadora dos Santos Copato Costa
isadoracopatobpc2

Independente dessa busca ativa que a equipe da Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social vem realizando desde a semana passada, é importante que os beneficiários procurem regularizar a situação o quanto antes, caso contrário perderá o benefício:

Isadora dos Santos Copato Costa
isadoracopatobpc3

O calendário para regularização foi organizado com base na data de aniversário dos beneficiários. Quem ainda não se inscreveu no Cadastro Único já está sendo notificado pela rede bancária sobre os prazos. Até o momento, mais de 3,4 milhões de beneficiários já realizaram o registro no sistema.

Cadastro Único
O Cadastro Único do governo federal é voltado às famílias com renda per capita de até meio salário mínimo ou com renda mensal total de até três salários mínimos. O programa reúne os principais dados dos cadastrados, como características da residência, escolaridade, situação de trabalho e renda, entre outros. Essas informações são utilizadas para fazer a seleção dos beneficiários de diversos programas, como o Bolsa Família e o Minha Casa Minha Vida.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
Don`t copy text!