Mãe denuncia descaso em transporte do filho que trata paralisia cerebral e Síndrome de West. Secretário responde

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp


Na noite desta segunda-feira, 17 de abril, foi realizada mais uma reunião Ordinária da Câmara Municipal de Pará de Minas. Dezesseis vereadores estiveram presentes e participaram das discussões de diversas matérias de interesse público.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

Foi aprovado por unanimidade um projeto de lei do vereador Marcus Vinícius Rios Faria (PMDB) alterando a redação do artigo 2º da Lei 6021, de 15 de dezembro de 2016, denominando Lucas Antônio Vieira de Oliveira a antiga rua 2, no Residencial Cecília Meireles.

Trata-se de uma correção na nomenclatura da via pública. Também foram aprovados diversos requerimentos e moções de aplausos que serão entregues a algumas pessoas escolhidas para serem homenageadas.

O destaque da noite foi à presença do secretário municipal de Saúde, Paulo Duarte, que ocupa o cargo interinamente. Ele usou a tribuna livre do Poder Legislativo Municipal para dar explicações sobre o transporte humanizado de pacientes.

A polêmica em torno do assunto foi levantada na semana passada, quando a dona de casa Janaína Michele de Menezes Valadão procurou os vereadores para reclamar de falha no transporte de seu filho que faz tratamento de paralisia cerebral e Síndrome de West, se alimenta através de sonda e usa cadeira de rodas.

Segundo ela, a criança perdeu uma consulta em Belo Horizonte porque a ambulância não estava com a estrutura necessária para atender a demanda. O carro estava lotado e só havia lugar para uma pessoa.

Além de um acompanhante, o filho dela precisa de espaço adequado para levar a cadeira de rodas. A mãe corajosamente utilizou um veículo próprio e levou o filho até a capital para que o tratamento não fosse prejudicado.

A paraminense fez uso da tribuna livre para reclamar do atendimento e disse que não aceitaria represálias ou perseguição. Ela afirmou que estava disposta a lutar e a fazer o que for necessário para cuidar da criança:


Janaína Michele de Menezes Valadão
saudejanainamicheledemenezes1

Ela conta que o problema no transporte do filho aconteceu duas vezes e a indignação da família foi grande. Até uma consulta que estava marcada teve que ser desmarcada e o clima ficou tenso:

Janaína Michele de Menezes Valadão
saudejanainamicheledemenezes2

Paulo Duarte explicou que houve uma falha de comunicação no processo de transporte do garoto. Garantiu que nunca ameaçou retaliar e que ela precisaria entender o sucateamento da frota de veículos da área da saúde:


Paulo Duarte
saudepauloduarte1

Ele disse também que a marcação ainda é feita manualmente e passiva de erros. Essa limitação gerou entendidos equivocados e com isso não foi possível atender as duas demandas:

Paulo Duarte
saudepauloduarte2

O presidente da Casa, Mário Justino da Silva (PRB) fez uma avaliação muito positiva dos trabalhos. Ele ressaltou que o Poder Legislativo está aberto para a população para que todas as questões sejam apresentadas e discutidas:


Mário Justino da Silva
reuniaocamaramariojustinodasilva

Vale lembrar que nesta terça-feira, 18 de abril, a partir das 19 horas, será realizado um evento no plenário da Câmara Municipal de Pará de Minas. Na ocasião a técnica do DIEESE Jéssica Naime abordará questões importantes sobre o projeto de reforma da Previdência Social, cujo relatório deverá ser apresentado pelo deputado Arthur Maia nesta terça (18), na Comissão Especial que discute o tema na Câmara dos Deputados.

O evento está sendo organizado pela Escola Estadual Nossa Senhora Auxiliadora, em parceria com o Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação (SIND-UTE) e o Poder Legislativo. Toda a população está convidada a estar presente e a tirar as dúvidas sobre a matéria.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
[wp_bannerize_pro id="valenoticias"]
Don`t copy text!