Sindicato reivindica aumento de 16% para servidores públicos da Prefeitura de Pará de Minas

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

A cada início de ano recomeçam as discussões envolvendo a prefeitura de Pará de Minas e o Sindicato dos Trabalhadores do Serviço Público Municipal (SITRASERP) visando o reajuste dos vencimentos dos servidores.

Mas nos últimos anos a negociação está mais difícil. Em janeiro de 2017, pouco depois de assumir como prefeito de Pará de Minas, Elias Diniz (PSD) anunciou aumento de 7% para os servidores públicos municipais.

No ano passado a situação foi completamente diferente. No dia 3 de janeiro de 2018 o prefeito Elias Diniz (PSD) declarou que em um prazo de 10 dias anunciaria o aumento salarial para os servidores públicos municipais.

Posteriormente Elias Diniz foi questionado sobre o assunto no dia 22 de janeiro e ele respondeu que o Governo de Minas Gerais não havia repassado todo o montante do Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) para os cofres do município.

Disse que essa retenção dos valores impossibilitou o planejamento financeiro para definição do reajuste na folha de pagamento. O chefe do Poder Executivo alegou que a situação era delicada e precisaria aguardar para definir o reajuste dos servidores. Ele chegou até sugerir redução do repasse mensal da Câmara Municipal de 7% para 5% e com isso reajustar os salários. Os vereadores não concordaram em reduzir o repasse mensal que é constitucional.

À época a presidente do Sindicato dos Trabalhadores do Serviço Público Municipal (SITRASERP) Tânia Valeriano Chaves Leite disse que as negociações continuavam e a intenção era obter apenas um aumento de 3%, como correção anual. Mas a situação se agravou mais ainda com os repasses municipais retidos pelo ex-governador Fernando Pimentel (PT).

Agora em 2019, o sindicato que representa os servidores públicos municipais está cobrando da prefeitura de Pará de Minas um reajuste de 16% para a categoria. Tânia Valeriano Chaves afirma que tem espaço no orçamento do município para conceder esse reajuste:


Tânia Valeriano Chaves
taniasalario1

O pedido de reajuste salarial para o funcionalismo público municipal foi protocolado na prefeitura de Pará de Minas. As negociações não avançaram, porque o prefeito estava avaliando a situação financeira considerando que o Governo de Minas Gerais continua retendo repasses constitucionais do município que somam cerca de R$ 35 milhões:

Tânia Valeriano Chaves
taniasalario2

O prefeito Elias Diniz já se manifestou anteriormente sobre este assunto e deu uma má notícia para os servidores municipais da prefeitura de Pará de Minas. Ciente que o sindicato que representa a categoria reivindica aumento salarial, apesar da crise financeira, o prefeito afirmou que estava analisando a questão para definir o percentual de reajuste. Porém, Elias Diniz deixou claro que essa análise e o consequente reajuste só será possível caso o Governo de Minas Gerais mantenha em dia os repasses de recursos. De outra forma, ele não terá condições de aumentar salários e vai só manter o que está funcionando na administração municipal.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

Don`t copy text!