Pará de Minas registra mais de 2.620 notificações de Dengue e São José da varginha está em situação de alerta

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

A Secretaria de Estado de Saúde (SES), como tem feito semanalmente, divulgou nesta segunda-feira, 9 de dezembro, mais um Boletim Epidemiológico das doenças transmitidas pelo Aedes aegypti.

Os números continuam altos e Minas Gerais está em alerta para os registros das doenças.

Até agora, Minas registrou 483.569 casos prováveis de Dengue, 168 óbitos em 50 municípios e 93 mortes permanecem em investigação.

Em relação à Febre Chikungunya, o Estado registrou 2.826 casos prováveis da doença em 2019. Um óbito foi confirmado no município de Patos de Minas e existe outro em investigação.

Já em relação à Zika, foram registrados 732 casos prováveis da doença em 2019, até a data de atualização do boletim.

Pará de Minas continua com incidência considerada muito alta pela SES. São 2.628 notificações de Dengue, 11 de Febre Chikungunya e 6 de Zika vírus.  Em relação à Dengue, os números, segundo o Estado, podem chegar a 2.822.

O boletim confirmou ainda que uma cidade da microrregião de Pará de Minas está com incidência considerada alta após análises conjuntas das três doenças transmitidas pelo Aedes nas últimas quatro semanas.

O Município de São José da Varginha registra 17 casos prováveis das doenças para uma população de 4.927 pessoas segundo a SES.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

Don`t copy text!