Economista dá dicas para uso do FGTS que será liberado para os trabalhadores brasileiros

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

O Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) é um direito do trabalhador brasileiro. Todo mês o empregador deposita o valor correspondente a 8% do salário do funcionário em uma conta na Caixa Econômica Federal (CEF). Quando é demitido sem justa causa, o trabalhador pode retirar o valor. Além disso, há outras situações em que ele pode sacar o dinheiro, como na compra de uma casa por exemplo.

Recentemente o governo federal aprovou novas modalidades de saque do FGTS e entram em vigor já a partir deste mês. No imediato o trabalhador com conta ativa ou inativa pode sacar até R$ 500,00 de cada um delas. Já a partir de abril de 2020 haverá o saque aniversário. Nele há limites de percentual para saque, conforme a faixa de saldo do trabalhador.

Muita gente está empolgada com as novas modalidades e tem pensado em quitar dívidas, comprar algo que deseja há muito tempo, entre outras opções. Já outros preferem deixar o dinheiro guardado para casos de emergências.

É que as modalidades possuem alguns requisitos. Quem optar pelo saque antecipado e depois for demitido sem justa causa, terá que esperar dois anos para retirar todo o valor, e isso preocupa muita gente.

Para ajudar os trabalhadores que tem dúvidas a reportagem do Portal GRNEWS conversou com o economista Eduardo de Almeida Leite que afirma: cada caso deve ser analisado individualmente e o trabalhador deve ter em mente o que fazer com o dinheiro para que ele renda e não seja gasto sem necessidade:


Eduardo de Almeida Leite
eduardoleitesaquefgts1

Eduardo Leite lembra que atualmente o FGTS tem o menor rendimento e caso o trabalhador invista o valor, pode ter um dinheirinho extra no futuro:

Eduardo de Almeida Leite
eduardoleitesaquefgts2

Ressalta ainda que o dinheiro pode ser utilizado para quitar dívidas de cartão de crédito ou em bancos e financeiras. Nestes casos é preciso negociar e analisar a estabilidade no emprego:

Eduardo de Almeida Leite
eduardoleitesaquefgts3

A Caixa Econômica Federal divulgará nesta segunda-feira,, 5 de agosto, o calendário de pagamento, formas de recebimento e as instruções para registro da opção. Mas já adiantou que ficam mantidos saques para compra da casa própria, doenças graves, aposentadoria e outros casos previstos em lei anterior.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
[wp_bannerize_pro id="valenoticias"]
Don`t copy text!