Saúde investiga morte de três macacos em Pará de Minas que podem ter sido causadas por Febre amarela

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp


O surto de Febre amarela em Minas Gerais colocou em alerta a população e as autoridades. O governo do Estado providenciou o envio de doses de vacina contra a doença para as regiões mais afetadas.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

No último um boletim epidemiológico divulgado a Secretaria de Estado da Saúde informou o registro de 1.012 notificações para Febre amarela. Foram confirmados 220 casos e 78 óbitos.

O surto de Febre amarela atingiu 42 municípios mineiros. Ladainha, com 27 confirmações, e Caratinga, com 21, foram as que apresentaram a situação mais alarmante. Outras 84 cidades tiveram casos suspeitos.

Na região de Pará de Minas não foi registrado nenhum caso ou suspeita da doença. A Secretaria Municipal de Saúde promove há alguns anos uma campanha intensiva de vacinação contra a doença.

Porém, foram encontrados alguns animais mortos. No dia 1º de março foi encontrado um macaco sem vida na comunidade de Paivas. No dia 12 de março, outro macaco foi encontrado morto na área central de Pará de Minas.

No dia 30 de março um terceiro primata foi encontrado na comunidade de Matinha. Todos foram encaminhados ao Centro de Controle de Zoonoses para que materiais fossem colhidos e encaminhados ao Instituto Evandro Chagas, em Belém, capital do Estado do Pará.

De acordo com a enfermeira Maria de Lourdes Liguori, referência Técnica da Vigilância Epidemiológica de Pará de Minas, será realizado um exame minucioso nos animais para constatar se a morte foi provocada por Febre amarela ou não:


Maria de Lourdes Liguori
mortemacacosmarialliguori1

Sobre as medidas tomadas, a primeira foi à vacinação dos moradores da localidade de Paivas. A ação será realizada também em Matinha e não há motivos para pânico, porque a maior parte da população está imunizada:

Maria de Lourdes Liguori
mortemacacosmarialliguori2

A pessoa que já tomou duas doses da vacina contra a Febre amarela já está protegida da doença. É importante guardar o Cartão de Vacina e para quem ainda não se vacinou a recomendação é procurar o posto de saúde mais próximo para tomar a dose.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
Don`t copy text!