Cemitério Santo Antônio pronto para receber visitantes; saiba quais medidas a serem adotadas neste 2 de novembro

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

No século 13 se tornou tradição no mundo inteiro a visitação aos cemitérios no Dia de Finados. Uma forma encontrada pelo monge Odilon de Cluny na França de homenagear os mortos e rezar pelas almas. A tradição teve início na igreja católica mas quase todas as religiões e países comemoram a data. Uns de forma mais fúnebre, como no Brasil, e outros mais festiva, como no México e na Espanha.

No Brasil é comum famílias acordarem bem cedo e irem ao cemitério. Em muitos há celebrações eucarísticas. Em Pará de Minas acontece desta forma, porém, devido a pandemia do novo coronavírus, em 2020 a programação mudou.


Conforme antecipado pelo Portal GRNEWS, o Cemitério Santo Antônio ficará aberto durante todo o dia porém não haverá missas para evitar aglomeração. Ainda na sexta-feira (30), barracas foram montadas na porta do cemitério e as empresas já comercializam flores naturais e artificiais para enfeitar os túmulos

A direção do Cemitério também pede que os visitantes não comprem flores em vasos, para evitar que os recipientes acumulem água e sejam um criadouro do mosquito Aedes aegypti.

O trânsito próximo ao Cemitério também será alterado. No dia 2 de novembro o tráfego será fechado junto ao estacionamento do Velório Municipal e na Rua Luiz Orsini esquina com Rua Santo Antônio. O estacionamento sentido Centro/bairro também estará proibido.

A Secretaria de Estado de Saúde (SES) também divulgou uma nota técnica orientando quem for aos cemitérios e também à direção destes órgãos. Todos devem usar máscaras e respeitar as medidas de distanciamento. Além disso, é importante que as visitas sejam breve e sem aperto de mão ou contato físico.

Os cemitérios devem disponibilizar aos visitantes dispensadores de álcool gel 70% na entrada e em pontos estratégicos, ter lavatório com dispensador de sabonete líquido e papel toalha, lixeira com tampa e pedal. Estes locais devem ainda higienizar constantemente pisos, áreas de circulação, sanitários, maçanetas, torneiras, corrimão, interruptores, e todas as superfícies metálicas com desinfetantes a base de cloro para piso e álcool 70%.

A recomendação da SES é que o fluxo de entrada também seja controlado, permitindo a permanência de uma pessoa a cada 10 metros quadrados em ambientes fechados e quatro metros quadrados para locais abertos.

O comércio também está autorizado a funcionar nestes ambientes porém é preciso seguir o protocolo sanitário do Minas Consciente. O plano estabelece distanciamento de dois metros entre pessoas e baias de trabalho, sinalizando as áreas de circulação interna, incluindo espaços próximos a gôndolas e prateleiras.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
Don`t copy text!