Chegada de combustível a posto provoca fila quilométrica de veículos

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

Apenas um posto de combustíveis localizado na avenida Professor Melo Cançado comercializava gasolina e óleo diesel em Pará de Minas na manhã desta quarta-feira, 30 de maio.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

A notícia se espalhou rapidamente e os proprietários de veículos formaram uma fila quilométrica até a avenida Ovídio de Abreu. Foi a corrida atrás de combustível para reabastecer antes do feriado prolongado.


Foi o reflexo da manifestação dos caminhoneiros pelo país durante os últimos 10 dias. O ato popular dos trabalhadores geraram grandes transtornos e agora o movimento perde força gradativamente.

Carretas e caminhões de cargas já são vistos nas estradas. Alguns bloqueios continuam devidoa infiltração de movimentos políticos e outros grupos desconhecidos, segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF).

Grande parte das prefeituras e o governo de Minas Gerais decretaram ponto facultativo no restante da semana. Nesta quinta-feira (31), será feriado devido as comemorações de Corpus Christi.

Carlos Rodrigo Alves Santiago estava na fila para abastecer o veículo para a esposa. Para ele o ideal seria que todos os trabalhadores do país cruzassem os braços para pressionar o governo a tomar providências para melhorar o país:


Carlos Rodrigo Alves Santiago
filanopostocarlosrodrigoalvessantiago

Geraldo Carvalho disse que estava animando a enfrentar a longa fila de espera. Ele também ressalta que ultimamente o preço do óleo diesel está muito caro e o país é transportado por caminhões:


Geraldo Carvalho
filanopostogeraldocarvalho

Diego Antônio Pereira já abastecia o caminhão após meia hora de espera. Ele não quis ir para as manifestações nas estradas e por isso aderiu a greve em casa. Chegou bem cedo até o posto e conseguiu reabastecer:


Diego Antônio Pereira
filanopostodiegoantoniopereira

Marcelo Ricardo de Souza, proprietário do posto de combustíveis, explicou que foram adquiridos 15 mil litros de gasolina e outros 15 mil litros de óleo diesel para atender prioritariamente os veículos da saúde e da segurança pública. O estoque já acabou e a expectativa é de que outra carga chegue nesta quinta-feira (31):


Marcelo Ricardo de Souza
filanopostomarceloricardodesouza

O Procon Municipal publicou uma nota proibindo a venda de combustíveis em galões de água mineral, garras pet e outros recipientes semelhantes. Os postos foram orientados a limitar o abastecimento para carros a R$100,00 e para motos a R$30,00.

Nenhum estabelecimento deverá subir ainda mais o preço dos combustíveis, o que configura reajuste abusivo e injustificado. Os postos que praticarem este crime poderão ser autuados e o consumidor deve denunciar.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
Don`t copy text!