Fake News anunciando doação de frangos e ovos atrai multidão em dois pontos de Pará de Minas

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

Redes Sociais

A paralisação dos caminhoneiros está provocando o desabastecimento em todos os setores da economia brasileira. Mesmo com as negociações com entidades que representam a categoria, o governo federal ainda não conseguiu acabar com o movimento, apesar de que a desmobilização nas estradas é nítida.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

Alguns trabalhadores continuam parados nas rodovias e pedem a renúncia do presidente Michel Temer (MDB-SP). Parte dos manifestantes é composta por caminhoneiros autônomos e outra por funcionários de transportadoras. Muitos já estão voltando pra casa ou retomando o trabalho.

Redes Sociais

Existe a suspeita de locaute, uma prática em que os patrões proporcionam condições para os trabalhadores fazerem greve. Alguns empresários já estão sendo investigados pela Polícia Federal e o Ministério Público.


O presidente da Associação Brasileira dos Caminhoneiros (ABCAM) José Fonseca Lopes também declarou que os caminhoneiros conseguiram seus objetivos, mas continuam nas estradas por que grupos infiltrados nas paralisações impedem que eles saiam dos locais e incentivam a continuidade do movimento para derrubar o governo Michel Temer.

As notícias circulam rapidamente pelas redes sociais e muitas pessoas sem consciência espalham notícias falsas, as chamadas Fake News. Milhares de pessoas acreditam nelas e se transformam em vítimas de mentiras maldosas.


Em Pará de Minas circulou nesta terça-feira, 29 de maio, a informação por meio de áudio que nas redes sociais que seria realizada a distribuição de frangos vivos e ovos no estacionamento da Escola Estadual Fernando Otávio e próximo a caixa d’água do bairro Padre Libério.

Centenas de pessoas foram para estes dois pontos e formaram filas enormes para receber as doações anunciadas. Porém, tudo não passou de uma notícia falsa e isso revoltou a população.


Francisco Assis da Silva conta que estava em casa e sua esposa recebeu a notícia. Ele foi para a praça Frei Concórdio, no bairro São Francisco, e constatou que tudo não passava de mentira:


Francisco Assis da Silva
fakenewsfranciscoassisdasilva

A dona de casa Maria do Carmo Cunha Fernandes também foi para um dos pontos anunciados. Ela ficou muito revoltada com a atitude de algumas pessoas que aproveitam a oportunidade para prejudicar outros:


Maria do Carmo Cunha Fernandes
fakenewsmariadocarmocunha

De acordo com Paulo Duarte, secretário municipal de Cultura, Comunicação Institucional, Esporte, Lazer e Turismo, foi feito contato com várias empresas da cidade e não foi confirmada nenhuma doação de alimentos à população:

Redes Sociais

Paulo Duarte
fakenewspauloduarte

Antes de acreditar em qualquer notícia que chega por redes sociais é importante verificar a veracidade dos fatos. Alguns golpistas também estão espalhando informações falsas sobre intervenção militar.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
Don`t copy text!