Paraminenses reclamam de tantos pedidos de doação; Procon explica quando prática é abusiva

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

O Hospital Nossa Senhora da Conceição (HNSC) lançou na quinta-feira, 25 de julho, uma nova campanha para arrecadar recursos que ajudarão na manutenção da entidade. Agora, os consumidores residenciais e empresariais da Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig) poderão doar ao HNSC por meio da conta de energia elétrica.

Nas redes sociais alguns paraminenses não gostaram da ideia e classificaram a atitude como pedágio e outros disseram que o atendimento de parte de funcionários é prestado com má vontade, daí não querem ajudar com doações. Disseram também que já pagam tantos impostos para receber o atendimento de saúde e ainda terão que pagar mais.

Os paraminenses também se queixam dos constantes pedidos de doações para entidades ou associações que sequer ouviram falar ou que não prestam serviços relevantes em Pará de Minas. Os operadores de telemarketing ligam insistentemente pedindo doações que a muitos afirmam não saber qual o destino do dinheiro.

Este tipo de pedido de contribuição se torna cada vez mais comum. No comércio, por exemplo, próximo aos caixas sempre há algum pote para recolher doações para alguma entidade.

Outra ação que se tornou comum em Pará de Minas acontece na hora de passar as compras pelo caixa do supermercado ou das farmácias. O funcionário pergunta se o cliente deseja doar o troco para alguma instituição. O que acontece é que muita gente não pode ou simplesmente não quer doar, mas por ter outras pessoas perto se sentem constrangidos e aceita fazer a doação mesmo contra a sua vontade.

As reclamações são constantes, inclusive chegaram a redação do Portal GRNEWS e por isso procuramos o coordenador do Procon de Pará de Minas Bruno Soares de Souza. Ele explica que o consumidor deve analisar se tem condições de doar:

Bruno Soares de Souza
brunosoaresdoac1


A prática se torna abusiva quando a empresa condiciona o serviço à doação:

Bruno Soares de Souza
brunosoaresdoac2

Quem se sentir lesado de alguma forma pode procurar o Procon. Em Pará de Minas está localizado na Rua Alferes Esteves, 95, Centro. O telefone para mais informações é o (37) 3231-9292.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
[wp_bannerize_pro id="valenoticias"]
Don`t copy text!