Delegacia de Polícia Civil em Pará de Minas dá exemplo e inicia mobilização de descarte correto do lixo

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

Muita gente já ouvir o termo “O futuro é agora!” e se pensarmos em meio ambiente já passou da hora de mudar hábitos e atitudes. Com o passar do tempo é possível ver que as intervenções feitas pelo homem faz com que a natureza cobre um preço alto.

Coisas consideradas simples, rotineiras do dia a dia, causam graves problemas. O lixo jogado na rua entope bueiros e causa enchentes, o corte descontrolado de árvores causa mais poluição especialmente nos grandes centros urbanos. Se a população não se atentar aos pequenos detalhes infelizmente as gerações futuras irão sofrer.

Medidas simples podem iniciar uma grande mobilização e quem sabe ainda há jeito para um futuro melhor e mais sustentável. Separar o papel do plástico, do vidro, do metal, do lixo orgânico, já é um passo para a reciclagem e não simplesmente deixar tudo ir para um aterro.

Estas atitudes devem ser constantes e de todos. Em casa, na rua, no ambiente de emprego. Falando em trabalho a Delegacia Regional de Polícia Civil de Pará de Minas deu um passo importante para um mundo mais sustentável.

Tudo começou por iniciativa da Ana Paula Aprígio Silva, que trabalha no Centro de Processamento de Despesas (CPD) da Regional. O descarte constante, feito de forma incorreta, levou a servidora a criar o projeto que tem feito sucesso.

Se antes o lixo reciclável era recolhido duas vezes por mês, agora é feito duas vezes por semana:


Ana Paula Aprígio Silva
anapaulalixopc1

Vários tipos de material são recolhidos como equipamentos eletrônicos, papel, plástico, sucata, embalagens de material de limpeza, pilhas, baterias e lâmpadas.

O delegado regional apoiou a ideia desde o início e contou com a ajuda de todos os servidores, que tiveram que aprender primeiro a separar por tipos de lixo para depois descartar corretamente:


Carlos Henrique Gomes Bueno
carloshenriquelixopc1

Agora a expectativa da Regional é mudar outros hábitos, como o uso do copo plástico:

Carlos Henrique Gomes Bueno
carloshenriquelixopc2

Tudo que é recolhido na Delegacia é depositado temporariamente em uma das salas da unidade e depois uma empresa fica responsável por dar o destino correto aos vários tipos de lixo. Não há custos para a Regional e os servidores ajudam a tornar o mundo mais sustentável.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
[wp_bannerize_pro id="valenoticias"]
Don`t copy text!