ARSAP realiza coleta para análise e poluição do córrego Água Limpa assusta

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

Divulgação/ARSAP

A equipe de fiscais da Agência Reguladora de Água e Esgotamento Sanitário de Pará de Minas (ARSAP) esteve no Córrego Água Limpa, próxima ao Clube AABB, na quarta-feira, 26 de julho.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

No local, os profissionais coletaram amostras da água que vem de três localidades diferentes. A coloração e o odor insuportável impressionaram a fiscalização e o material foi colocado em garrafas de plástico e vidro.

Atuando há apenas quatro meses no município, a nova autarquia vem fiscalizando os serviços prestados pela Concessionária Águas de Pará de Minas, bem como todos os mananciais existentes na região.

Divulgação/ARSAP

O objetivo é verificar a situação das águas e realizar trabalhos educativos para conscientizar toda a população sobre a importância de usar o recurso natural da melhor forma possível e atendendo as demandas.

O material coletado do córrego Água Limpa foi encaminhado para um laboratório na cidade de Itaúna. Em um prazo aproximado de 15 dias os resultados das análises serão entregues a ARSAP.

De acordo com André Ferreira Milton, fiscal de Regulação da ARSAP, a coloração da água estava muito escura e o odor no local era insuportável. Os resultados das análises laboratoriais que mostrarão a qualidade da água:

André Ferreira Milton
fiscalizacaoarsapandreferreira1

Ele revela que foi a primeira vez que a fiscalização da ARSAP fez uma coleta em um curso d’água. A partir de agora o trabalho de verificação da água será intensificado para que seja elaborado um amplo histórico da situação:


André Ferreira Milton
fiscalizacaoarsapandreferreira2

Os resultados das análises do laboratório serão encaminhados para a Secretaria Municipal de Meio Ambiente e o Ministério Público de Minas Gerais (MPMG). Com a documentação será possível tomar as devidas providências cabíveis:

André Ferreira Milton
fiscalizacaoarsapandreferreira3

A lei ambiental exige que as empresas e residências tenham o esgoto coletado, devidamente tratado e devolvido para rios, córregos e ribeirões. Dessa forma é possível preservar os mananciais com água de qualidade.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
[wp_bannerize_pro id="valenoticias"]
Don`t copy text!