Momento é de analisar finanças, ter criatividade e planejar ações para superar a crise, diz Analista do Sebrae

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

O momento não é dos mais favoráveis, especialmente para os micro e pequenos empreendedores. Se antes a batalha era diária para manter o negócio aberto, com a pandemia do novo coronavírus ficou ainda mais difícil manter as portas abertas.

Quem tem funcionário com carteira assinada que o diga. Segundo pesquisa do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) em parceria com a Fundação Getúlio Vargas, 11% os pequenos negócios tiveram que demitir ao menos dois funcionários no mês de abril.

Das empresas pesquisadas, 86% alegaram queda no faturamento, e por isso decidiram demitir, para evitar ainda mais dívidas.

Se por um lado tem quem pense que a pandemia poderá até mesmo fechar seu negócio, por outro há quem decidiu investir e usar a criatividade e talento para dar a volta por cima.

Mas é preciso cuidado. Cada passo deve ser analisado com cautela para evitar que o problema se torne ainda maior.

A analista do Sebrae-MG, Simone Lacerda, disse ao Portal GRNEWS que o microempreendedor deve, neste momento, analisar as finanças e ter um planejamento, pois estas atitudes são essenciais. Ela lembra ainda que pensar nos momentos pós-pandemia também é importante:

Simone Lacerda
simonelacdicsebr1

Foto: Arquivo Pessoal/Simone Lacerda

Em meio à pandemia, o Sebrae-MG investiu em novos cursos, palestras e e-books gratuitos para ajudar o micro e pequeno empreendedor nesta fase difícil. Basta acessar o site do Sebrae ou se quiser tirar dúvidas, é só ligar no 0800 570 0800.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
[wp_bannerize_pro id="valenoticias"]
Don`t copy text!