Licitação define empresa para reforma e Policlínica de Pará de Minas funciona sem alvará sanitário

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp


A Comissão Permanente de Licitações da Prefeitura de Pará de Minas se reuniu na segunda-feira, 21 de maio, para analisar a documentação apresentada pelas empresas interessadas em realizar as obras de reforma e adequações para a acessibilidade na Policlínica Nossa Senhora da Piedade, incluindo fornecimento de materiais.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

Foram analisados documentos de quatro empresas e somente a Squadro Engenharia foi habilitada para realizar o serviço. As outras três foram desclassificadas por não cumprirem tudo o que estava previsto no edital. Com isso a Divisão de Licitações abriu o prazo recursal de cinco dias úteis, conforme publicado nesta terça (22).

A obra vem sendo reivindicada pelos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) que reclamam da estrutura física do prédio da Policlínica. Inclusive um cidadão enviou mensagem ao Portal GRNEWS tratando desse assunto.

Ele argumenta que o “prédio da Policlínica está sucateado, sem acessibilidade, sem rampa para cadeirantes, e o mais grave: funciona sem alvará sanitário desde 2015. A própria vigilância do município nega-se a expedir o alvará por falta de adequação. Os consultórios dos dentistas são muito pequenos, apertados e sem ventilação.” Disse ainda que não tem queixa do atendimento prestado pelos servidores, mas acredita que o prédio da Policlínica deveria ser interditado.

A reportagem do Portal GRNEWS tentou falar sobre o assunto com o secretário municipal de Saúde, Paulo Duarte, mas fomos informados que ele está cumprindo compromissos em Brasília e só retornará a Pará de Minas na próxima semana.

Entretanto a Prefeitura de Pará de Minas já está ciente dos problemas relatados pelo reclamante. Tanto que o próprio secretário Paulo Duarte já disse anteriormente que era preciso melhorar o fluxo dentro do prédio da Policlínica que parece ser um amontoado de “puxadinhos”. Nesse sentido o processo de licitação está em curso para que as obras sejam realizadas.

Sobre a falta de alvará sanitário denunciado pelo reclamante, a reportagem do Portal GRNEWS conversou com o chefe da Vigilância em Saúde, Wander da Silva Rodrigues, que confirma a falta de alvará sanitário para o funcionamento da Policlínica Nossa Senhora da Piedade. Acrescentou que essa situação é provisória:


Wander da Silva Rodrigues
wanderrodriguesalvarapoliclinica

Sobre a Policlínica de Pará de Minas
A Policlínica Nossa Senhora da Piedade passou a ser um importante equipamento de saúde pública em Pará de Minas na gestão do ex-prefeito Silésio Mendonça, que também foi vereador no município por vários mandatos.

Ele viabilizou as obras necessárias para que o prédio localizado na praça Galba Veloso, na região central, pudesse ser um local para acolher os usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) em busca de consultas médicas, exames, vacinas e outros serviços.

Com o passar o tempo, os gestores municipais que sucederam Silésio Mendonça mantiveram a Policlínica em funcionamento, mas também fizeram mudanças que julgaram necessárias para melhorar o atendimento presta à população paraminense.

O resultado dessas intervenções é um prédio com muitos “puxadinhos” e que precisa melhorar consideravelmente a acessibilidade para atender às pessoas que precisam dos serviços de saúde.

O próprio secretário municipal de Saúde, Paulo Duarte, reconhece que a Policlínica precisa de reformas para que o espaço seja melhor aproveitado e facilite o fluxo de pessoas e serviços.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE