Sindicato dos trabalhadores rodoviários denunciará à Justiça empresa que não cumprir obrigações trabalhistas

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

Todo profissional empregado tem seus deveres e também os direitos resguardados em lei. As trabalhistas por exemplo, garantem a ele vários benefícios que ajudam no dia a dia a exercer a função.

Mas em Pará de Minas algumas empresas têm se esquivado de suas responsabilidades com os funcionários que exercem o cargo de motorista. Exigências estão determinadas pelo Código de Trânsito Brasileiro (CTB) e o Ministério do Trabalho.

O que se tem visto é empresa que não oferece o mínimo de conforto para o motorista que está na fila para descarregar os produtos que transportou, como banho e local para almoço e descanso.

O desabafo é do presidente do Sindicato dos Trabalhadores do Transporte Rodoviário de Pará de Minas, Francisco Ferreira Borges. Segundo ele os proprietários de supermercados e depósitos não têm cumprido com seu papel junto aos trabalhadores:


Francisco Ferreira Borges
franciscosupermercados1

Para Francisco Ferreira, os sindicatos também são cobrados e os empresários precisar dar suporte aos trabalhadores.

Ele conta que já foi na porta de empresas e os motoristas estão lá há dias dentro das carretas e caminhões sem um mínimo de dignidade. Quem não cumprir com as obrigações será denunciado no Tribunal de Justiça do Trabalho pelo sindicato:

Francisco Ferreira Borges
franciscosupermercados2

O motorista profissional também pode ficar atento aos seus direitos através da Lei 13.103. As mudanças recentes beneficiam o trabalhador quanto à qualidade de vida, melhorando as condições de trabalho, tempo de descanso e quantidade de viagens. O sindicato também auxilia o trabalhador a exigir seus direitos.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
[wp_bannerize_pro id="valenoticias"]
Don`t copy text!