Corpo de Bombeiros alerta para perigos ao registrar selfies em cachoeiras, matas e lugares altos

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

Janeiro é o mês das férias. Tanto nas instituições de ensino como nas empresas, muita gente tira uns dias para descansar. O destino são os mais variados possíveis. De um tour internacional às cachoeiras mineiras, com trilhas para desfrutar da natureza.

Fato é que a maioria gosta de registrar estes momentos em fotos e publicar nas redes sociais. Quanto mais visualização, melhor, e em muitos casos as fotos diferentes chamam mais a atenção.

O problema é que tirar as fotografias em locais diferentes ou inusitados pode custar a vida. Em julho de 2019 dois amigos morreram afogados na cachoeira do Farofa, localizada na cidade de Santana do Riacho, na região da Serra do Cipó. A dupla tentava tirar uma selfie no início da cachoeira. Um deles escorregou e o outro pulou na água na tentativa de ajudar o amigo, mas acabam se afogando.

Estudo recente mostrou que as selfies matam cinco vezes mais que ataques de tubarões em todo o mundo. De 2011 a 2017, ao menos 259 pessoas morreram tentando tirar fotos arriscadas.

O alerta é feito pelo Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (CBMMG). Tenente Marcus Vinícius da Cruz Maia ressalta que todos querem tirar fotos diferentes, mas é preciso cuidado e muita atenção:

Marcus Vinícius da Cruz Maia
marcusviniciusselfieperigosa1


Ele também disse ao Portal GRNEWS que nas cachoeiras, os visitantes devem ter ainda mais cuidado. É que as pedras ficam bem escorregadias e na maioria das vezes, somente a altura pode causar a morte.

No caso de acidente, é preciso acionar o Corpo de Bombeiros imediatamente e só mexer na vítima se tiver conhecimento de primeiros socorros:

Marcus Vinícius da Cruz Maia
marcusviniciusselfieperigosa2

Em qualquer situação de perigo é preciso acionar o Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais. A ligação deve ser feita para o número 193.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

Don`t copy text!