Problemas auditivos podem comprometer rendimento escolar dos alunos. Fone de ouvido é um dos vilões

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp


O ano letivo 2018 na rede municipal de ensino de Pará de Minas terá início no dia 5 de fevereiro para aproximadamente 9.500 alunos. Os estudantes da rede estadual retornam ás salas de aula no dia 19 de fevereiro, após o carnaval.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

Na rede particular de ensino as aulas recomeçam em fevereiro com a expectativa de mais um ano letivo com muitos estudos. Os conteúdos das disciplinas são repassados aos estudantes durante os respectivos períodos.

Por isso é importante que eles fiquem atentos às aulas e façam as lições de casa. Contudo, o baixo rendimento escolar pode estar sendo provocado por doenças relacionadas ao ouvido.

Algumas doenças dificultam a audição e a compreensão e além de comprometer a qualidade de vida, dificultam a aprendizagem. Por isso os pais e também os professores precisam ficar atentos a qualquer anormalidade.

O médico otorrinolaringologista Jayson Peixoto Machado orienta aos pais ou responsáveis que aproveitem o período de férias escolares para verificar se as crianças estão tendo dificuldades para ouvir.

Um dos problemas é a perda auditiva provocada pelo uso excessivo de fones de ouvido. Muitos jovens ouvem músicas em Iphone, Ipad, MP3 e MP4 durante muitas horas e com um volume muito alto:


Jayson Peixoto Machado
perdasauditivasjayson1

A Síndrome da Apneia provoca roncos durante a noite e atrapalha as noites de sono. Por isso é importante que toda criança que ronca e está acima do peso ideal precisa ser avaliado. Em outros casos ocorre a otite cerosa:

Jayson Peixoto Machado
perdasauditivasjayson2

Outra causa de queda de rendimento escolar por parte das crianças é a chamada Rolha Cerosa. Uma análise simples por parte do médico e a lavagem do ouvido resolvem o problema que também dificulta o aprendizado:

Jayson Peixoto Machado
perdasauditivasjayson3

Neste período de férias é importante os pais e responsáveis procuraram um otorrinolaringologista ou pediatra. Esses profissionais de saúde farão o diagnóstico da doença e recomendarão o tratamento mais adequado:

Jayson Peixoto Machado
perdasauditivasjayson4

Vale lembrar que não é recomendado o uso de cotonete ou qualquer outro objetivo para limpar o ouvido. Essa prática pode resultar em agravamento de infecções no canal auditivo e até furar o tímpano.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
Don`t copy text!