Metade dos pecuaristas declararam vacinação contra a febre aftosa na região de Pará de Minas; prazo está curto

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

Teve início em 1º de novembro a vacinação contra a febre aftosa em todo o estado de Minas Gerais. Fiscalizada pelo Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA), o objetivo é imunizar bovinos e bubalinos com idade até 24 meses.

A imunização faz parte do Programa Nacional de Erradicação e Prevenção da Febre Aftosa que é coordenado pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), com objetivo de manter o Brasil livre da doença sem vacinação daqui há alguns anos. Por isso é importante esta imunização durante as campanhas para que o país chegue na considerada zona livre sem vacina.

Mas este ano a declaração que o rebanho está vacinado, feita pelo criador, não atingiu ainda as expectativas em Pará de Minas. O Portal GRNEWS ouviu o chefe do escritório seccional do IMA em Pará de Minas, Lucas Silva Jardim, que explicou que apenas metade dos produtores declarou a vacinação até agora:


Lucas Silva Jardim

lucassjfebaftos1

Lucas Silva Jardim acredita que vários fatores podem ter influenciado para esta baixa declaração por parte dos produtores:

Lucas Silva Jardim
lucassjfebaftos2

Quem não adquirir a vacina até o dia 30 de novembro e não declarar a imunização até 10 de dezembro paga multa com valor bem acima da dose da vacina:

Lucas Silva Jardim
lucassjfebaftos3

A febre aftosa é uma doença infecciosa que causa febre e aftas na boca e nos pés dos animais. É transmitida pela movimentação de animais, pessoas e veículos que tenham sido contaminados pelo vírus. Não existe tratamento mas em cerca de três semanas o animal se recupera naturalmente, porém, neste mesmo período ele pode ter contaminado um rebanho inteiro e até animais de propriedades vizinhas.

O efeito principal da doença é na verdade comercial. Afeta mercados até mesmo internacionais, já que países não aceitam a entrada de produtos vindos de regiões onde ocorreram casos da doença.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
Don`t copy text!