INSS altera para 60 dias prazo para antecipação de auxílio-doença; advogado orienta como fazer a solicitação

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

Durante a pandemia do novo coronavírus o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) suspendeu o atendimento presencial e fez algumas mudanças para que o beneficiário conseguisse receber os auxílios. Os atendimentos pela internet mais que dobraram neste período e as solicitações tem acontecido via aplicativo ou pelo site do órgão.

Uma das mudanças foi para requerer o auxílio-doença. Inicialmente poderia ser solicitado por 30 dias o valor de R$ 1.045,00. Agora uma nova portaria publicada no Diário Oficial da União prorrogou o prazo por 60 dias.

Ou seja, o segurado conseguirá o afastamento do trabalho e receberá o auxílio por dois meses, como contou ao Portal GRNEWS o advogado especialista em Direito Previdenciário Márcio Campos:


Márcio Campos
mcauxdoe1

Márcio Campos participou ao vivo, nesta terça-feira, 25 de agosto, do programa Papo com Geraldo Rodrigues – PGR – apresentado de segunda a sexta-feira, das 13 as 15 horas no canal do Youtube grnewsnoticias. Ele disse ainda que tudo deverá ser enviado pela internet e o atestado é o principal documento que será analisado pelos peritos do INSS. Por isso ele precisa ser no mínimo bem legível. Quanto a valores, ele é fixo de R$ 1.045:

Márcio Campos
mcauxdoe2


Márcio Campos lembra ainda que a tecnologia também pode ser usada a favor do beneficiário. Tire fotos e vídeos de tudo, pois estas imagens servirão também como prova:

Márcio Campos
mcauxdoe3

O INSS mudou novamente o retorno do atendimento presencial. A previsão agora é dia 14 de setembro. A solicitação do benefício pode ser feita clicando AQUI.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
Don`t copy text!