Avião faz aterrissagem forçada após decolar do Aeroporto de Pará de Minas; piloto e aluno sofreram ferimentos

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

O pouso forçado foi feito por volta das quatro da tarde desta terça-feira, 25 de junho. O piloto de 30 anos e o aluno de 31 anos tinham acabado de decolar do Aeroporto Municipal de Pará de Minas e o instrutor Marcellus Augusto da Silva sentiu a perda de potência do motor.


Foi aí que ele levou a aeronave para um lote vago em uma avenida no bairro Jardim das Oliveiras, próximo à cabeceira do aeroporto, e fez a aterrissagem forçada. Com o impacto no solo, o modelo Cessna 152 planou e capotou, o que fez com ficasse de cabeça pra baixo.


O aluno teve algumas escoriações na cabeça e foi levado à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU). Já o piloto teve apenas um pequeno corte no braço e acredita que Deus evitou uma tragédia:


Marcellus Augusto da Silva
marcellusaugustoquedaaviao1


Assim que a aeronave sofreu essa aterrissagem forçada, populares acionaram o Corpo de Bombeiros. De acordo com o capitão Lucas Ribeiro Maia, comandante da 2ª Companhia do Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (CBMMG) sediada em Pará de Minas, todo um aparato foi levado ao local, pois inicialmente eles não sabiam da gravidade da situação. Felizmente, as vítimas sofreram ferimentos leves:


Lucas Ribeiro Maia
lucasmaiaquedaaviao1


O comandante da 2ª Companhia do Corpo de Bombeiros credita o sucesso da ocorrência ao piloto que conseguiu levar a aeronave para o lote vago:

Lucas Ribeiro Maia
lucasmaiaquedaaviao2


Representantes do Aeroclube de Pará de Minas estiveram no local da queda e avaliaram a situação. Inicialmente, os técnicos puderam perceber apenas danos na lataria do monomotor.

Segundo Wagner Silva, vice-presidente do Aeroclube, nas instruções de voo os pilotos aprenderam técnicas para utilizar em situações como esta:


Wagner Silva
wagnersilvaquedaaviao1

Apenas uma perícia técnica poderá avaliar o motivo da perda de potência. Wagner Silva ressalta que a aeronave estava com todas as manutenções em dia:


Wagner Silva
wagnersilvaquedaaviao2

O Aeroclube de Pará de Minas é conhecido nacionalmente como uma das maiores escolas de pilotagem do Brasil. Possui atualmente 12 aeronaves como a que caiu nesta terça-feira em Pará de Minas. Segundo o vice-presidente, a falta do monomotor não atrapalhará os cursos em andamento na escola:


Wagner Silva
wagnersilvaquedaaviao3

Para evitar riscos de explosão, a bateria da aeronave foi retirada pelo Corpo de Bombeiros e entregue a representantes do Aeroclube de Pará de Minas.


A equipe da Perícia Técnica do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (CENIPA) chega a Pará de Minas nesta quarta-feira, 26 de junho. Para evitar que alguém mexa na aeronave, o aeroclube contratou seguranças que vigiarão a área até a chegada dos peritos.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

Don`t copy text!