Campanha de vacinação imuniza 98% do rebanho contra a aftosa na região de Pará de Minas

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp


No ano de 1998 o Brasil recebeu o primeiro reconhecimento de zona livre de febre aftosa. O bom resultado foi obtido com a vacinação em massa nos estados do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina. Em 2018, os demais estados brasileiros foram declarados livres de aftosa, mas com vacinação.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

Entre os principais sintomas da doença estão: feridas na boca, nas glândulas mamárias e no casco. O diagnóstico é feito ao observar a salivação excessiva e se o animal anda com dificuldade.

Por não conseguir se alimentar, o gado apresenta enfraquecimento e perda de peso. A imunização é a principal arma contra a doença e já existe a meta de alcançar o status de zona livre sem vacinação dentro de alguns anos.

De acordo com o Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA), na região de Pará de Minas foram vacinados cerca de 110 mil bovinos e bubalinos, o que corresponde a 98% do rebanho.

Os inadimplentes chegam a 84 produtores rurais. Juntos eles possuem 2243 animais. O fechamento da campanha estava previsto para o dia 31 de maio, mas o prazo foi prorrogado até o dia 15 de junho.

Lucas Silva Jardim, chefe do escritório do IMA em Pará de Minas, explica que é praticamente impossível fechar a campanha com 100% dos animais imunizados. Porém, será realizadas ações nos próximos dias para punir os produtores irregulares:


Lucas Silva Jardim
aftosa98lucassilvajardim1

Mais uma vez a imunização foi um sucesso nas propriedades da região. Agora serão realizadas as vacinações assistidas pelos fiscais do IMA. A declaração deve ser feita 10 dias após o fim da campanha e o prazo vence nesta segunda-feira, 25 de junho:

Lucas Silva Jardim
aftosa98lucassilvajardim2

A multa por não vacinação é de R$ 81,29 por animal. Já as ausências da declaração custarão R$ 16,26 por cabeça. As penalidades sempre são aplicadas por plantel de animais nas fazendas.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
Don`t copy text!