Covid-19 afeta setor de turismo e agente sugere aos consumidores paraminenses que remarquem viagens

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

Um dos setores mais afetados pelo Covid-19 é o turismo mundial. Voos foram cancelados, companhias aéreas suspenderam os serviços, com o único objetivo de conter o avanço do novo coronavírus. Segundo a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), a perda do setor já equivale a R$ 2,2 bilhões. Há potencial para reduzir até 115,6 mil empregos formais.

Para não atrapalhar ainda mais o setor pois muitos países fecharam as fronteiras e não aceitam o pouso de aeronaves especialmente estrangeiras, as companhias estão remarcando as viagens. É oferecido ainda o serviço de cancelamento e o cliente recebe um crédito.

Este crédito, na maioria, pode ser utilizado até 31 de dezembro de 2020. Ou seja, o cliente não perde o que já pagou e a empresa também não sai no prejuízo.

O Portal GRNEWS confirmou que em Pará de Minas muitos estavam com viagens marcadas para as próximas semanas. Entre os destinos, Itália, Nova York, Reino Unido e Israel. Mas agora não querem nem pensar em passear para estes locais e o jeito é remarcar a viagem.

O empresário Ari Júnior, proprietário da Asa Viagens, concorda com as recomendações do Ministério da Saúde. Segundo ele, é necessário se isolar neste momento para que o vírus não se propague e tudo volte ao normal o mais breve possível.

O indicado para clientes com viagem internacional agendada para as próximas semanas é que remarquem as datas, pois as companhias aéreas não cobram taxas nem multas para o serviço:

Ari Júnior
arijuniorviagcorona1


Quanto às companhias aéreas, não é cobrada nenhuma multa e o cliente só paga a diferença do valor da passagem caso seja mais alto que o preço adquirido anteriormente.

Já em relação aos hotéis, cada um age de uma forma, por isso é importante avaliar toda a situação. Se é possível remarcar, se há vagas quando o cliente pretende ir e se o valor pago é reembolsável:

Ari Júnior
arijuniorviagcorona2

Quem comprou a passagem diretamente na companhia aérea deve buscar as informações na própria empresa o quanto antes. Já quem adquiriu através das agências de viagem, são os agentes os responsáveis por fazer o cancelamento ou remarcação.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

Don`t copy text!