Pichações e atos de vandalismo custam caro ao município e só podem ser combatidos com a ajuda da população

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp


No ano passado alguns vândalos picharam a estátua do artista Benjamim de Oliveira, instalada no Parque do Bariri, em Pará de Minas. O monumento do primeiro palhaço negro do Brasil recebeu as inscrições da cruz suástica nazista.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

O símbolo foi utilizado pelo ditador Adolf Hitler durante a 2ª Guerra Mundial e relembra tempos sombrios da história da humanidade. Milhões de pessoas foram mortas por causa dos conflitos entre os países. À época o escultor Alexandre Magno Martins Pinto, autor da obra, disse que a pichação era resultante das crises moral e ética que assolam o Brasil.

Uma equipe da prefeitura esteve no local e fez os reparos na estátua. Porém, os muros de arrimo que ficam atrás da estátua continuaram pichadas. O cenário de sujeira ofusca a beleza do espaço público.


Nos últimos dias a reportagem do Portal GRNEWS recebeu questionamentos de moradores do bairro São José. Eles querem saber porque a pichação da estátua foi apagada, mas as demais continuam deixando o Parque do Bariri mais feio.

A resposta veio por meio de Paulo Duarte, secretário municipal de Cultural, Comunicação Institucional, Esporte, Lazer e Turismo. Ele afirma que o poder público tem o dever de manter o patrimônio. Porém, os recursos estão escassos e existem prioridades que não podem ser adiadas em virtude da falta de educação e consciência de alguns:


Paulo Duarte
vandalismopauloduarte1

Ressalta que alguns cidadãos cometem atos de vandalismo e entendem que o problema deve ser resolvido pela prefeitura. Disse também que as providências estão sendo tomadas para que as pichações espalhadas pela cidade sejam apagadas:

Paulo Duarte
vandalismopauloduarte2

Outro alvo de pichações provocadas por vândalos em Pará de Minas é a imagem do Cristo Redentor, no alto da Serra de Santa Cruz, na Vila Raquel. Além de pichar o mirante, eles também danificaram e furtaram a iluminação do local após uma manutenção feita pela prefeitura que custou aos cofres municipais aproximadamente R$ 8 mil.

A população precisa ajudar a administração municipal a combater o vandalismo e a depredação do patrimônio público. Por isso é importante denunciar os autores para a Polícia Militar através do telefone 190.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
[wp_bannerize_pro id="valenoticias"]
Don`t copy text!