Aumenta número de pedidos de aposentadorias, mas quadro reduzido de servidores do INSS atrasa processos

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

O presidente da República Jair Bolsonaro (PSL) entregou ao Congresso Nacional o texto com a proposta da reforma da Previdência na quarta-feira, 20 de fevereiro. Esta versão é bem mais ampla que a apresentada pelo seu antecessor Michel Temer (MDB).

São muitos pontos que o governo federal pretende alterar na Previdência, mas é importante destacar que a entrega do projeto foi apenas o começo do processo.

A partir de agora os deputados federais analisarão a proposta, possivelmente vão sugerir mudanças no texto. Caso seja aprovado na Câmara dos Deputados o projeto seguirá para cumprir o mesmo trâmite no Senado.

Preocupados com a imposição da idade mínima e outros pontos que podem interferir na vida do cidadão que pretende se aposentar, muitos deles correram para as agências do INSS para dar entrada nos papeis da aposentadoria.

A Previdência Social não divulga oficialmente, mas informações indicam que houve aumento aproximado de 30% na procura por aposentadoria, como afirma Márcio Campos, advogado especialista em Direito Previdenciário:


Márcio Campos
marciocamposaposentadorias1

Nas últimas semanas muitas pessoas reclamaram que deram entrada com os papeis para se aposentar junto ao INSS há mais de 40 dias e ainda não receberam nenhuma resposta. Isso se deve a grande demanda e a redução do quadro de servidores do INSS:

Márcio Campos
marciocamposaposentadorias2

Apesar da tramitação da reforma da Previdência, o especialista orienta que tem está perto de se aposentar procure um advogado previdenciário para verificar se este é o melhor momento para se aposentar. Esse planejamento é primordial para evitar perdas no benefício:

Márcio Campos
marciocamposaposentadorias3

Ainda sobre planejamento para se aposentar, ele afirma que uma coisa é o trabalhador solicitar o benefício e continuar no emprego com duas fontes de renda. Mas vai chegar um momento que ele vai ter que deixar o trabalho e a pergunta que se faz é se o dinheiro do benefício da aposentadoria será suficiente para ele se manter:

Márcio Campos
marciocamposaposentadorias4

Para evitar correria desnecessária até o INSS sem planejamento, o advogado alerta que essa tramitação da reforma da Previdência no Congresso Nacional não será feita do dia para a noite:

Márcio Campos
marciocamposaposentadorias5

Por enquanto o projeto de reforma da Previdência está sendo analisado pelos deputados federais. Posteriormente deverá ser discutido em comissão especial, só depois ficará pronto para ser votado no plenário da câmara dos Deputados. Caso seja aprovado pela ampla maioria, será enviado para ser analisado pelos senadores.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
Don`t copy text!