Barranco nos fundos da Escola de Artes e Ofícios se transforma em ameaça no período chuvoso

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp


Está marcada para o dia 16 de agosto, às 19 horas, no plenário da Câmara Municipal de Pará de Minas uma audiência pública para discutir a execução do projeto de revitalização da rede pluvial na rua Benedito Valadares e outras da região central.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

O deputado federal Eduardo Barbosa (PSDB) conseguiu através de emenda parlamentar uma verba no valor de R$ 2,3 milhões para a realização da benfeitoria que visa sanar os problemas de alagamentos no centro da cidade.

Mas o prefeito Elias Diniz (PSD) afirmou que só iniciará as obras após discutir o projeto com a população e os comerciantes das ruas que serão afetadas pelo serviço a ser realizado.


As vias incluídas no projeto são pontos de alagamentos e acumulam a água quando caem fortes chuvas, provocando estragos. Entre os locais mais críticos estão a rua Benedito Valadares e a avenida Alano Melgaço Barbosa. Estas vias recebem toda a água do bairro Nossa Senhora das Graças.

Quando se propõe discutir esta questão relacionada a enchentes, outra preocupação antiga volta à tona. De acordo com Milton Santana, Viveirista do Instituto Estadual de Florestas (IEF), o trecho atrás do Estádio Ovídio de Abreu, Campo do Paraense Espore Clube, também sofre com as enchentes nos períodos de chuva.

Ele explica que o ribeirão Paciência foi canalizado há muitos anos para comportar a água que desce de alguns bairros. Mas, com o crescimento da urbanização a vazão aumentou e acaba gerando sérios problemas:


Milton Santana
enchentemiltonsantana1

Também ressalta que é preciso tomar providências em relação ao barranco que fica nos fundos da Escola Municipal de Artes e Ofícios Raimundo Nogueira de Faria (Sica). Caso contrário um alagamento de grandes proporções poderá derrubá-lo e causar inúmeros prejuízos:

Milton Santana
enchentemiltonsantana2

A prefeitura já realizou um diagnóstico minucioso sobre os locais onde as enchentes são mais frequentes em Pará de Minas. O estudo foi feito por uma consultoria especializada no assunto. Entretanto, nenhum projeto específico para determinados pontos ainda foi executado até o momento.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
[wp_bannerize_pro id="valenoticias"]
Don`t copy text!