Aumento de impostos encarece combustíveis e paraminenses não escondem revolta com o governo Temer

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp


Pouco tempo após o anúncio da equipe econômica do governo Michel Temer (PMDB-SP) oficializando o aumento dos impostos que incidem sobre o preço dos combustíveis para o consumidor sentir o peso no bolso.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

Os ministérios da Fazenda e do Planejamento informaram a elevação da alíquota de PIS e Cofins. Em Belo Horizonte alguns postos já trocaram a tabela de preços na manhã desta sexta-feira, 21 de julho.

Alguns estabelecimentos comerciais aumentaram a gasolina comum nas bombas em R$ 0,41 por litro. A tributação sobre o óleo diesel subirá em R$ 0,21 por litro do combustível. Já a tributação sobre o etanol subirá R$ 0,20 por litro.


Importante destacar também que antes deste aumento de impostos incidentes sobre os combustíveis por ordem do presidente da República Michel Temer, em cada litro de gasolina, por exemplo, o consumidor pagava cerca de R$ 0,89 só de impostos. A partir de agora, além dessa alta carga tributária, a gasolina sofrerá um aumento de mais de R$ 0,41, encarecendo o preço final.

Para Alessandro Melgaço, proprietário de um posto de combustíveis em Pará de Minas, o aumento de impostos não é bom para nenhum estabelecimento. Ele explica que muitos clientes não entendem a situação e cobram explicações:


Alessandro Melgaço
aumentocombustiveisalessandromelgaco

O empresário e presidente da ASCIPAM, José Misael de Almeida, também se mostra insatisfeito com o anúncio de aumento de impostos feito pelo governo federal. Ele criticou severamente o atual governo do país que vem pesando a mão contra o setor produtivo:


José Misael de Almeida
aumentocombustiveisjosemisael

Os empresários e os trabalhadores do ramo de transporte estão entre os mais afetados pelo reajuste dos combustíveis. De acordo com o taxista Itelmaia Soares, a população está sendo obrigada a pagar a conta de um governo ilegítimo:


Itelmaia Soares
aumentocombustiveisitelmaiasoares

Walter de Castro Faria também trabalha como taxista e está indignado. Ele explica que as corridas são registradas pelo taxímetro e os valores não serão alterados para os passageiros. Porém, o lucro dele será menor:


Walter de Castro Faria
aumentocombustiveiswalterdecastro

O motorista Marco Túlio Eleutério Espíndola considera absurdo o mercado de combustíveis no Brasil. Ele afirma que o país vende gasolina barata para o mercado internacional e explora os consumidores brasileiros:


Marco Túlio Eleutério Espíndola
aumentocombustiveismarcotulio

Renato Gonçalves também considera que o governo federal é vergonhoso, revoltando a classe trabalhadora. Além de aumentar a carga da população, grande parte dos políticos suspeita de corrupção busca a impunidade:


Renato Gonçalves
aumentocombustiveisrenatogoncalves

Para o caminhoneiro Ricardo Alexandre o setor de transporte vem sofrendo cada vez mais com os abusos cometidos pelos governantes. Como sempre a população é que paga a conta dos desmandos em Brasília:


Ricardo Alexandre
aumentocombustiveisricardoalexandre

A expectativa é de que este aumento de impostos sobre os combustíveis gere ainda este ano uma receita adicional de R$ 10,4 bilhões para o governo federal. Nas ruas o clima é de indignação geral entre a população.

Pra muitos, quando falta gestão eficiente nas esferas de governo municipal, estadual e federal, os governantes recorrem ao bolso do povo para corrigir seus erros ou incompetência administrativa.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
[wp_bannerize_pro id="valenoticias"]
Don`t copy text!