Maio Roxo alerta para as doenças inflamatórias intestinais cada vez mais comuns; saiba como se prevenir

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

Devido as diversas campanhas de conscientização propagadas nos últimos anos, cada mês vem sendo dedicado a um tema diferente. Em alguns meses ocorrem campanhas simultâneas determinadas por cores diferentes.

Com isso, além do Maio Amarelo que pretende prevenir acidentes de trânsito, este também, é o Maio Roxo, que alerta a população em geral sobre as doenças inflamatórias intestinais. Ainda sem causa comprovada, estas doenças estão ligadas a fatores hereditários e imunológicos, sendo que se agravam pelos hábitos diários.

As doenças atingem tanto homens como mulheres e o diagnóstico é mais preciso a partir dos 30 anos de idade, fazendo a colonoscopia com biópsias. Já o tratamento inclui medicamentos que tratam a inflamação e quando não resolve a situação, opta-se pela cirurgia.

A médica coloproctologista Roberta Souza Lopes que destaca a importância do mês dedicado às doenças do aparelho digestivo. A campanha conscientiza a população sobre doenças inflamatórias intestinais e entre as principais estão a doença de Crohn e retocolite ulcerativa:

Roberta Souza Lopes
robertasouzamaiorox1

Doenças inflamatórias intestinais podem ser diagnosticadas facilmente e até mesmo o paciente consegue detectar através de alguns sintomas:

Roberta Souza Lopes
robertasouzamaiorox2

Mas infelizmente, a proctologista alerta que quando o paciente procura um profissional, o quadro da doença já está avançado:

Roberta Souza Lopes
robertasouzamaiorox3

Estas doenças inflamatórias não tem cura, mas tem tratamento. Por isso é importante procurar um profissional o quanto antes para diagnosticar o problema e iniciar o tratamento, que é para o resto da vida:

Roberta Souza Lopes
robertasouzamaiorox4

Mas é possível prevenir as doenças inflamatórias intestinais? Em alguns casos, sim, como explica Roberta Lopes:

Roberta Souza Lopes
robertasouzamaiorox5

O coloproctologista é o profissional mais adequado para diagnosticar e tratar a doença. Ele vai orientar o paciente em relação aos tratamentos terapêuticos e exames.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
Don`t copy text!