Câmara Municipal não foi convidada para reunião que discutirá implantação do Olho Vivo, diz vereador

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

O prefeito Elias Diniz (PSD) disse em entrevista ao Portal GRNEWS que nesta semana será realizada uma reunião para definir detalhes e começar a implantar o projeto Olho Vivo em Pará de Minas. O sistema de monitoramento por câmeras tão aguardado pela sociedade que clama por segurança. Na ocasião ele afirmou que representantes das polícias Civil e Militar, prefeitura e Associação Empresarial de Pará de Minas (Ascipam) se encontrarão até sexta-feira, 24 de maio.

Anunciado há meses, o projeto contempla 35 câmeras na primeira etapa a serem instaladas em pontos estratégicos da cidade e também distritos. Uma sala será adaptada na sede da 19ª Companhia Independente de Polícia Militar para monitoramento 24 horas. Além disso, a Guarda Civil Municipal (GCM) precisa ser implantada para início dos trabalhos.

O investimento inicial é de R$2,4 milhões e parte do valor já está garantido. É que após visitar as cidades de Nova Serrana, Arcos e Moema para conhecer o projeto já instalado nestes locais, o então presidente da Câmara Municipal, em 2018, Marcus Vinícius Rios Faria (MDB) solicitou ao departamento financeiro da Casa avaliar se era possível devolver R$800 mil à Prefeitura no final do ano para que fosse investido no projeto.

O que foi feito. Segundo o vereador, agora aguarda o convite da prefeitura para a reunião desta semana, pois a Câmara Municipal contribuiu consideravelmente para que o projeto possa sair do papel:


Marcus Vinícius Rios Faria
marcusolhovivo1

O vereador lembrou que o valor devolvido à prefeitura deve ser utilizado exclusivamente para a implantação do Olho Vivo e para depositar os R$800 mil foi assinado um termo entre várias entidades:

Marcus Vinícius Rios Faria
marcusolhovivo2

O projeto total inclui instalação de 61 câmeras tanto no perímetro urbano de Pará de Minas como também nos distritos e povoados. Um estudo mostrou os principais pontos a serem contemplados na primeira etapa, como a entrada do bairro Jardim Castelo Branco, quatro câmeras na Rua Benedito Valadares, Praça Francisco Torquato, no início e fim da Avenida Presidente Vargas, em frente a Escola Estadual Fernando Otávio, na Praça da Bíblia no bairro Recanto da Lagoa.

Também será instalada uma câmera no semáforo onde inicia a Rua Padre Libério no bairro JK, no trevo do bairro Padre Libério sentido a São José da Varginha, no Distrito Industrial, na Unidade Básica de Saúde do bairro Santos Dumont e na Avenida Nossa Senhora da Piedade.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

Don`t copy text!