Matrículas, contratos com escolas e compra de materiais requer atenção dos pais de alunos, diz Procon

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

A cada início de ano os pais se preocupam com os filhos que estão em idade escolar. Em 2020 as atividades nas instituições de ensino foram suspensas devido a pandemia e as aulas se tornaram online. Mas em 2021 a expectativa é grande para o retorno das aulas presenciais.

No Estado e Município ainda não há nada definido e por enquanto, as aulas serão online a partir de 4 de março. Já no caso das escolas particulares, em Pará de Minas a maioria iniciou o ano letivo na semana passada. Há cobranças para um retorno seguro presencial nas próximas semanas mas o comitê formado para analisar este tipo de situação na cidade ainda não se reuniu para avaliar as propostas.

Fato é que os pais continuam atentos a todas as mudanças e neste período surgem muitas dúvidas.

O coordenador do Procon de Pará de Minas, Bruno Soares de Souza falou ao Portal GRNEWS e alerta que os pais ou responsáveis devem ficar atentos neste período de matrículas escolares. As escolas devem deixar explícita qual modalidade de ensino será ofertada e quais materiais os filhos realmente utilizarão, caso a aula seja no formato online:


Bruno Soares de Souza

brunossaulasonhib1

Bruno Soares de Souza alerta ainda para, no caso das escolas particulares, os custos devem ser adequados à modalidade de ensino:

Bruno Soares de Souza
brunossaulasonhib2

No caso de informações e reclamações, o primeiro passo é procurar a instituição de ensino. Só então, se nada for resolvido, o consumidor deve procurar o Procon. É importante estar com o contrato em mãos e outros documentos que comprovem a prestação do serviço.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
[wp_bannerize_pro id="valenoticias"]
Don`t copy text!