Loja especializada aumenta venda de tecidos para confeccionar máscaras; uso do acessório é obrigatório

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

Uma das formas mais eficientes de prevenção ao novo coronavírus, quando é realmente preciso sair de casa, é o uso de máscaras. Demorou mas a maioria se adaptou ao equipamento que realmente protege, além de outras medidas de prevenção e distanciamento social.

Com a exigência de máscaras onde quer que se vá, um setor de serviços ganhou fôlego no Brasil. Costureiras aprenderam a confeccionar o equipamento em vários modelos.


As lojas de tecido também estão vendendo mais neste período. A procura pelo principal material para confecção das máscaras cresceu consideravelmente e os lojistas comemoram as vendas em um momento que outros setores estão perdendo vendas.

O Portal GRNEWS constatou o aumento nas vendas na Loja das Fábricas, localizada na rua Melo Guimarães, bairro Nossa Senhora de Fátima, 419, em Pará de Minas.

Na loja especializada em tecidos, o proprietário Fernando Lúcio da Silva, comemorou a retomado do funcionamento do comércio, e vem tomando todas as precauções. Na loja, a quantidade de clientes é monitorada, é disponibilizado álcool em gel e só entra quem estiver de máscaras:


Fernando Lúcio da Silva
fernandoluciovendatecmasc1

Se por um lado caiu a procura pelos tecidos vendidos nesta época do ano para as tradicionais festas juninas e julinas, aumentou consideravelmente a venda de tecidos para confecção de máscaras. E tem modelo de estampa pra todo gosto:

Fernando Lúcio da Silva
fernandoluciovendatecmasc2

A máscara virou acessório obrigatório para sair às ruas de Pará de Minas mas o uso do equipamento ainda traz muitas dúvidas. Por isso, o Portal GRNEWS conversou recentemente com a biomédica Rafaela de Oliveira Silva que deu dicas importantes sobre importância do uso das máscaras.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
Don`t copy text!