Risco de afogamentos aumenta nesta época e comandante dos Bombeiros diz que todo cuidado é pouco

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp


Com a chegada do período das férias escolares muitas famílias aproveitam a folga para viajar para praias, lagos, rios, cachoeiras e outros balneários. Todos buscam uma forma de se refrescar do forte calor durante o Verão.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

O momento é de descontração e descanso das atividades do trabalho ou da escola. Mas, a água pode ser uma terapia ou uma armadilha, principalmente para quem não sabe nadar.

Se não forem tomadas as devidas precauções podem ocorrer afogamentos de crianças e adultos. Por isso é importante tomar alguns cuidados para evitar qualquer acidente que pode ceifar a vida de um parente ou amigo.

De acordo com o capitão Adelmo Francisco de Oliveira, comandante da Companhia do Corpo de Bombeiros, sediada em Pará de Minas, as ocorrências de afogamento geralmente são fatais porque a vítima morre sufocada antes da chegada do socorro:


Capitão Adelmo Francisco de Oliveira
afogamentocapitaoadelmo1

O oficial alerta para os riscos de afogamento no caso das crianças que estiverem próximas a água. Os pais ou responsáveis devem ficar sempre atentos para que não aconteça nenhuma tragédia:

Capitão Adelmo Francisco de Oliveira
afogamentocapitaoadelmo2

Sobre os acidentes em clubes de lazer, o comandante da Companhia do Corpo de Bombeiros explica que não são frequentes. No entanto, existem os ralos das piscinas que mandam água para os filtros que podem vitimar crianças:

Capitão Adelmo Francisco de Oliveira
afogamentocapitaoadelmo3

Ele ressalta que a maioria dos acidentes com a água acontece porque as pessoas fazem uso imoderado de bebidas alcoólicas antes de nadar. Por isso a importância de não misturar a prática da natação com o álcool:

Capitão Adelmo Francisco de Oliveira
afogamentocapitaoadelmo4

Outra preocupação que todos os banhistas devem ter é em relação a profundidade dos mananciais ou das piscinas. Um mergulho sem o devido cuidado pode provocar lesões na coluna, deixando a pessoa paraplégica.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
Don`t copy text!