Besouro potó preocupa paraminenses e biólogo ensina como evitar acidentes

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

Um pequeno besouro tem assustado os paraminenses nos últimos dias. O potó como é mais conhecido, causa lesões como ardor, coceira e segundo relatos incomoda bastante. Na maioria das vezes estas lesões são nas áreas mais quentes do corpo como dobras do pescoço, braços e pernas.

Nas redes sociais os paraminenses estão preocupados. algumas fotos mostram uma verdade infestação do inseto tão temido.

Diante desta situação o Portal GRNEWS ouviu o biólogo Adelmo Batista Lemos que explicou sobre o motivo de tantos besouros potó. Além da época, o período chuvoso atrai estes insetos:


Adelmo Batista Lemos

adelmobatlemopoto1

Relatos de queimaduras devido à picada do potó tem sido frequentes nos últimos dias. Segundo Adelmo Batista Lemos, cada indivíduo vai reagir de uma forma:

Adelmo Batista Lemos
adelmobatlemopoto2

Destacou ainda como se prevenir e evitar um acidente com o besouro potó:

Adelmo Batista Lemos
adelmobatlemopoto3

No caso de um acidente com o besouro potó é importante procurar uma unidade básica de saúde para o médico avaliar a situação e indicar o melhor tratamento.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
Don`t copy text!