Ameaça real de racionamento de água assombra população paraminense; chuva em 15 dias pode mudar cenário

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

O Município de Pará de Minas viveu momentos muito tristes, em especial nos anos de 2013 e 2014. Por causa da estiagem, os paraminenses conviveram com o constante racionamento de água. Os mananciais estavam secos e a vazão de água era mínima, o que exigia da Copasa, concessionária na época, fazer um rodízio entre os bairros.

A reportagem do Portal GRNEWS acompanhou diariamente o drama de muitas famílias que não tinham roupa para usar, pois todas estavam sujas e não tinha água. Em outras casas havia dificuldade até mesmo para fazer comida.

O problema só foi solucionado quando a concessionária Águas de Pará de Minas se instalou na cidade e construiu uma adutora que captava água no Rio Paraopeba e trazia até a Estação de Tratamento no bairro Nossa Senhora das Graças. O investimento foi de cerca de R$ 40 milhões.

Mas a situação se complicou no dia 25 de janeiro de 2019, quando a barragem da mineradora Vale S.A. em Brumadinho se rompeu e poluiu completamente o Paraopeba. Quatro dias depois a concessionária parou a captação de água e a cidade agora é abastecida apenas pelos mananciais e poços artesianos.

Há meses não chove e muitos paraminenses estão preocupados com a situação da água no município. A reportagem do Portal GRNEWS procurou então a concessionária. O superintendente Rodrigo Macool explica que o reservatório em Córrego do Barro construído pela Vale começou a ser utilizado no início deste mês e confirma que a cidade pode enfrentar novamente o racionamento:

Rodrigo Macool
rodrigomacoolsitagua1


Rodrigo Macool garante ainda que toda a estrutura da concessionária é utilizada para evitar racionamento ou rodízio de água:

Rodrigo Macool
rodrigomacoolsitagua2

A Vale S.A., que assinou um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) para construir uma adutora no Rio Pará ainda não começou as obras. Nesta semana estava agendada uma reunião com representantes das empreiteiras para apresentar o cronograma. A mineradora tem até 5 de julho de 2020 para entregar a obra pronta e em perfeito funcionamento.

Abastecimento normal
No início da noite desta quinta-feira, 19 de setembro, a concessionária Águas de Pará de Minas emitiu um comunicado informando que até o momento o abastecimento de água está normal e destaca o seu compromisso em comunicar, com antecedência, à população, caso ocorra qualquer alteração no sistema de abastecimento de água.

Cita ainda que a empresa reforça que a água tratada e distribuída à população está sendo captada nos ribeirões Paciência e Paivas e captação emergencial, propiciada pela Vale, constituída pelos córregos Moreiras e Cova Danta, além dos poços profundos, seguindo todos os padrões de qualidade exigidos pelo Ministério da Saúde.

A concessionária Águas de Pará de Minas enfatiza a importância do consumo consciente. Em caso de dúvida, o consumidor deve entrar em contato pelo 0800 737 0422 ou na Central de Atendimento ao Cliente, localizada na Rua Maestro Espíndola, 170, bairro Nossa Senhora das Graças.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

Don`t copy text!