IMA trabalha na prevenção e identificação de focos de mormo na região de Pará de Minas

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

O mormo é uma doença causada por uma bactéria que ataca equídeos e até o homem de forma grave. Na década de 1960 do século passado foi considerada extinta no Brasil, mas a partir dos anos 2000 estudos mostraram que ela estava de volta em alguns estados do nordeste. Em seguida chegou ao norte de Minas Gerais e hoje é motivo de preocupação para os criadores.

Os animais contraem a doença através de pus, secreção nasal, urina ou fezes e a bactéria alcança principalmente pulmões e fígado.

Os sintomas só são notados em um estágio avançado da doença e os mais comuns são nódulos na cabeça do animal, catarro e pneumonia.

A veterinária do Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA) que atua no escritório seccional de Pará de Minas Nayara de Paula Almeida ressalta os perigos da doença tanto para os animais como para o ser humano:


Nayara Paula de Almeida
nayaramormo1

Quando o animal está infectado, toda a propriedade é interditada. No caso do mormo, as áreas próximas também são visitadas e há análise se os equídeos também contraíram a doença.

Desde 2017 um foco de mormo em Luz é averiguado pelos servidores do IMA. A propriedade possui mais de 600 equídeos, todos tiveram sangue coletado e o órgão faz agora o trabalho de separação dos animais infectados como explica Nayara Paula de Almeida:

Nayara Paula de Almeida
nayaramormo2

Houve ainda recentemente uma suspeita de animal infectado com mormo na cidade de Florestal. Os veterinários estiveram na propriedade rural e exames foram realizados. O resultado deu negativo mas fica o alerta a todos os criadores.

Alguns sintomas são específicos de animais com a doença e é importante prevenir, como explica a veterinária:

Nayara Paula de Almeida
nayaramormo3

Em caso de suspeição da doença é imprescindível procurar o escritório do IMA mais próximo de casa. Em Pará de Minas a sede está localizada no Parque de Exposições Francisco Olivé Diniz, na Rua Francisco Cecílio Mendonça, 738, bairro João Paulo II.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
Don`t copy text!