Proprietários de veículos se assustam com preços dos combustíveis em Pará de Minas

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp


Os preços dos combustíveis para o consumidor final estão ficando cada vez mais caros. Encher o tanque do veículo para fazer longas viagens a trabalho ou passeio vem pesando no bolso com os valores tão elevados.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

Em Pará de Minas o litro da gasolina chegou ao valor máximo de R$ 4,12. O litro do álcool (etanol) mais caro custa R$ 3,18 o litro. Já o óleo diesel chegou à casa dos R$ 3,47 o litro. Esses valores variam de um estabelecimento para outro.

Nos postos de combustíveis da cidade o semblante dos proprietários de veículos é de preocupação. Para Andreza Miranda Souza, auxiliar de produção, o preço está muito caro e a saída é colocar menos combustível no tanque:


Andreza Miranda Souza
precocombustiveisandrezamiranda

O empresário Hernane Naime Silva disse que ficou assustado com o preço da gasolina cobrado em Pará de Minas. Ele conta que em algumas cidades o litro da gasolina custa em média R$ 3,72:


Hernane Naime Silva
precocombustiveishernanenaime

Geraldo Magela de Almeida, sócio-proprietário de uma rede de postos de combustíveis em Pará de Minas, explica que há alguns anos as distribuidoras comunicavam antecipadamente os reajustes e agora os novos valores são anunciados de repente:

Geraldo Magela de Almeida
precocombustiveisgeraldomagela1


Ele considera absurdo o aumento dos combustíveis. No entanto, o empresário ressalta que o grande vilão é o óleo diesel que abastece os caminhões que transportam a maior parte de tudo que é produzido no Brasil:

Geraldo Magela de Almeida
precocombustiveisgeraldomagela2


No último dia 5 de janeiro a Petrobras anunciou aumento de 6,1% no preço do diesel nas refinarias. A empresa estatal informou que este reajuste não afetaria o preço da gasolina no mercado interno.

Na ocasião o diesel subir 3,8% ou cerca de R$ 0,12 por litro, em média. Tudo depende de uma série de fatores, entre eles o mercado internacional do barril de petróleo e as políticas adotadas pelo Governo Federal e a Petrobras.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
Don`t copy text!