Lojistas fecham as portas em protesto à morte de comerciante durante assalto em Pitangui

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

Foto: Vanessa Lina/Pitangui-MG

Na quarta-feira, 18 de janeiro, uma equipe da Polícia Militar esteve em uma loja especializada na venda de aparelhos celulares na região central de Pitangui, onde ocorreu um latrocínio.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

Foto: Enviada via Whatsapp/Pitangui-MG

O proprietário da loja, Flávio Alves Valério, de 35 anos, juntamente com funcionárias, foram abordados por um indivíduo armado com um revólver. O suspeito entrou no estabelecimento comercial com uma mochila preta e anunciou o assalto.

Foto: Enviada via Whatsapp/Pitangui-MG

O assaltante estava extremamente agressivo e ordenou que as vítimas enchessem a mochila com os aparelhos celulares. O bandido agrediu o proprietário da loja com empurrões e coronhadas a todo o momento, causando pânico em todos que estavam no local.

O circuito interno de imagens mostra que o empresário reagiu e tentou empurrar o marginal. O autor do roubo disparou um tiro contra a vítima, que foi atingida no rosto.

Foto: Vanessa Lina/Pitangui-MG

Após o crime o assassino fugiu a pé pela escadaria que dá acesso à rua Major Bahia, onde um comparsa o aguardava em uma motocicleta branca, sem placa de identificação. A dupla fugiu em alta velocidade.

O comerciante foi socorrido, mas não resistiu e morreu. Após o crime um grupo de comerciantes iniciou um protesto em Pitangui. Praticamente todas as lojas fecharam as portas como forma de mostrar a indignação com a violência.

Foto: Rafael Gonçalves/Pitangui-MG

O comerciante Edilson de Oliveira Barcelos, afirma que a população pintanguiense vem sofrendo há muito tempo com a onda de assaltos e aumento da criminalidade dentro do município:

Edilson de Oliveira Barcelos
pitgn_ast1

Foto: Vanessa Lina/Pitangui-MG

O empresário ressalta que é importante acionar as autoridades responsáveis pela segurança pública e exigir providências urgentes. Ele revela que as abordagens feitas por marginais tem sido constantes e o medo tomou conta:

Edilson de Oliveira Barcelos
pitgn_ast2

Ele conta que as pessoas estão temerosas em caminhar pelas ruas ou ir ao comércio por causa da ação dos bandidos. Os criminosos não respeitam nada e provocam grandes prejuízos aos cidadãos de bem:

Edilson de Oliveira Barcelos
pitgn_ast3

O corpo do comerciante assassinado foi velado no Velório Municipal. O sepultamento aconteceu às 17 horas dessa quinta-feira (19), no Cemitério de Pitangui.

Foto: Filipe Gabriel/Pitangui-MG

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
Don`t copy text!