Semana Santa é tempo de reflexão e jejum para os católicos, diz padre

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

A Semana Santa é um dos momentos mais importantes para os católicos. Inicia no Domingo de Ramos que simboliza a entrada de Jesus em Jerusalém onde foi recebido com ramos de palmeiras. A segunda-feira é o dia em que se recorda a prisão de Jesus Cristo.

Na terça-feira são celebradas as sete dores de Nossa Senhora. É comum ainda neste dia a memória do encontro de Jesus e Maria a caminho do Calvário.

A quarta-feira é marcada pela procissão do encontro de Nosso Senhor dos Passos e Nossa Senhora das Dores.

Na quinta-feira de manhã o bispo se reúne nas catedrais das dioceses com o clero e juntos celebram o Crisma. Na cerimônia são abençoados os óleos usados no batismo, ordenação de padres e bispos, crisma e unção dos enfermos. Com essa celebração a Quaresma se encerra.

Na noite do mesmo dia são relembrados os gestos de Jesus durante a última ceia, como a eucaristia, o lava pés e o sacerdócio. A sexta-feira lembra o julgamento, paixão, crucificação, morte e sepultamento de Jesus Cristo. O dia é de recolhimento e adoração, como explica padre Adriano Bolognani, vigário auxiliar da Paróquia de Nossa Senhora da Piedade:


Padre Adriano Bolognani
padreadrianosexta1

O sábado de Aleluia é marcado pela espera e o domingo, o dia mais importante para os cristãos, com a ressurreição de Jesus Cristo. Mas antes, na sexta-feira, é importante fazer o jejum como manda a Bíblia. Para padre Adriano Bolognani esse tempo é de abstinência:

Padre Adriano Bolognani
padreadrianosexta2

A sexta-feira da Paixão é o único dia da Semana Santa onde não são celebradas missas. Há apenas um ato litúrgico de adoração à santa Cruz.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
Don`t copy text!