IPVA 2018 já rendeu R$ 24 milhões em Pará de Minas mesmo com aumento da inadimplência

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp


Terminou em março o prazo para o pagamento do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) e da Taxa Anual de Licenciamento por parte dos proprietários de veículos.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

Outra exigência é a quitação do Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre – Seguro DPVAT. Uma pesada carga tributária para o contribuinte já no começo do ano.

Em Pará de Minas os números mostra o aumento em 2% da inadimplência em relação ao ano passado. É o resultado da crise econômica que aumentou o desemprego e dificultou a vida financeira de muitas famílias.

De acordo com Elita Aparecida Costa Andrade, chefe da agência da Administração Fazendária (AF) em Pará de Minas, o último levantamento registrou o pagamento de R$ 24 milhões como IPVA de 2018:


Elita Aparecida Costa Andrade
arrecadacaoipva2018elitaaparecida1

Em Pará de Minas tem 18 mil veículos inadimplentes, o que corresponde a 30% da frota. Desse montante, 17 mil não pagaram nenhuma parcela do imposto. Todos devem procurar os bancos credenciados e quitar os débitos:

Elita Aparecida Costa Andrade
arrecadacaoipva2018elitaaparecida2

Aqueles que tiveram o veículo furtado ou roubado devem registrar o fato no Departamento Estadual de Trânsito (DETRAN). O mesmo procedimento se aplica no caso de sinistros com perda total. Essa informação é para que a Receita Estadual não cobre o IPVA:

Elita Aparecida Costa Andrade
arrecadacaoipva2018elitaaparecida3

A Secretaria de Estado de Fazenda enviará uma carta-aviso para todos os maiores devedores do IPVA 2018. O objetivo é conscientizá-los da importância de quitar os débitos e ficar em dia com o fisco estadual:

Elita Aparecida Costa Andrade
arrecadacaoipva2018elitaaparecida4

Para regularizar a situação do IPVA, basta apresentar o Certificado de Licenciamento de Registro de Veículos (CRLV) nos bancos credenciados e pagar os valores com juros e correção.

De todo o montante arrecadado com o IPVA, 40% dos recursos vai para os cofres do governo estadual, outros 40% para os municípios onde os veículos são licenciados e 20% para o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (FUNDEB).

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE