Serviços ofertados no CASMUC e Policlínica serão unificados no novo Centro de Especialidades Médicas

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

A prefeitura de Pará de Minas vem executando obras com objetivo de criar um complexo de saúde no bairro Senador Valadares, onde já está em funcionamento a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) e a base do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU).

Na mesma região também estão instalados o Departamento de Vigilância em Saúde, o setor de Tratamento Fora de Domicílio (TFD) e a sede do Consórcio Municipal de Saúde do Alto Rio Pará (Cispará), que funcionam no prédio do extinto Pronto Atendimento Municipal José Porfírio de Oliveira.

Ao lado existe uma grande estrutura que vinha sendo construída há anos e nunca foi concluída. A princípio o espaço abrigaria o centro Viva a Vida e o Hiperdia, programas do governo de Minas Gerais que nem existem mais.

Em 2018 o antigo prédio localizado na Rua Nossa Senhora das Graças, região central da cidade, que abriga o Centro de Atenção a Saúde da Mulher e da Criança (CASMUC) apresentou sérios problemas e até alagamentos. A precariedade do imóvel foi denunciada pelo vereador Ênio Talma Ferreira de Rezende.

Em resposta o secretário municipal de Saúde Paulo Duarte disse á época que a prefeitura não investiria na reforma ampla do prédio e anunciou um projeto para transferir o CASMUC para o prédio do Viva a Vida no Senador Valadares.


A obra foi licitada em 2018 e já está pronta. Mas antes da mudança do CASMUC a prefeitura realizará novas obras em outros pavimentos do prédio do Viva a Vida para criar um Centro de Especialidades Médicas (CEM).

Paulo Duarte argumenta que o objetivo é transformar aquele imóvel em um centro de referências médicas e unificar os serviços ofertados para adultos e crianças através da rede pública de saúde.

Destaca que o CASMUC já vem ampliando os serviços. O espaço que até pouco tempo atendia apenas mulheres e crianças, também passou a atender também os homens a partir da instalação de um moderno aparelho para realização de exames de ultrassom.

O secretário também diz que a Policlínica Nossa Senhora da Piedade, localizada na Praça Galba Veloso, Centro, também aumentou muito o número de médicos especialistas e já está com o espaço saturado para atender a população.

Devido a esses fatores o prefeito Elias Diniz (PSD) conseguiu os recursos necessários para investir no prédio do Viva a Vida e criar o Centro de Especialidades Médicas, antes de inaugurar o CASMUC em um prédio ainda em obras. A previsão é que até Agosto de 2019 toda a obra estará concluída:


Paulo Duarte
paulocem1

Quando acabar as obras, o CAMUC e o Centro de Especialidades Médicas devem se transformar em apenas um centro de referência em saúde que o prefeito Elias Diniz (PSD) vem denominando como Ambulatório Médico de Especialidades (AME):

Paulo Duarte
paulocem2

O secretário lembra que os investimentos anunciados até agora pela prefeitura para o que seria o novo CASMUC o Centro de Especialidades Médicas são direcionadas apenas para as obras de alvenaria no prédio. Posteriormente será necessário lançar novo edital para aquisição do mobiliário e equipamentos. Devem ser investidos cerca de R$ 3 milhões de recursos próprios do município para concluir o projeto:

Paulo Duarte
paulocem3

Para criar o Centro de Especialidades Médicas (CEM) a prefeitura lançou licitação com preço estimado em R$ 1,6 milhão para realizar obras no térreo, segundo pavimento e na parte externa do prédio do antigo Viva a Vida.

Antes o município investiu a cerca de R$ 900 mil para adequar um dos pavimentos do mesmo prédio para receber o Centro de Atenção de Saúde da Mulher e da Criança (CASMUC), cujas obras já estão concluídas.

De acordo com o secretário Paulo Duarte o município deverá investir mais R$ 1 milhão em móveis e equipamentos. A expectativa é que todo o projeto seja finalizado até Agosto de 2019.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
Don`t copy text!