Foi feito um projeto de ampliação do Pronto Atendimento, para possível transformação em UPA, diz secretário

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp


Em dezembro de 2016 o ex-prefeito Antônio Júlio de Faria (PMDB) fez a entrega da obra de construção da base do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) e do prédio da Unidade de Pronto Atendimento (UPA).

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

O complexo fica no bairro Senador Valadares, anexo ao Pronto Atendimento Municipal José Porfírio de Oliveira (P.A.). A estrutura física recebeu móveis e equipamentos para iniciar os trabalhos de atendimento à população paraminense.

A partir do dia 1º de janeiro de 2017 o secretário municipal de Saúde, Gilberto Denoziro Valadares da Silva, analisou todo o projeto da UPA para verificar se todo o processo aconteceu corretamente.

Nesta segunda-feira, 16 de janeiro, Gilberto Denoziro Valadares da Silva disse ao Portal GRNEWS que houve um projeto de ampliação do P.A. e uma possível transformação para UPA. Ele também explica qual a diferença entre as duas unidades:

Gilberto Denoziro Valadares da Silva
upagilbertodenoziro1

Ele acrescenta que as unidades de Pronto Atendimento se tornaram uma tendência nos últimos anos. Porém, houve um aumento considerável nos custos para o município e com poucos resultados satisfatórios no tratamento de pacientes:

Gilberto Denoziro Valadares da Silva
upagilbertodenoziro2


Disse ainda que a Vigilância Sanitária da Prefeitura de Pará de Minas vistoriou e descobriu alguns problemas no prédio da UPA 24 horas. Entre eles, goteiras e vazamentos em encanamentos. A expectativa é de que sejam feitos ajustes e até o meio do ano parte do atendimento seja realizada na nova edificação:

Gilberto Denoziro Valadares da Silva
upagilbertodenoziro3

Sobre o grande espaço do segundo andar do Pronto Atendimento, Gilberto Denoziro Valadares da Silva informa que o local receberá alguns departamentos da Secretaria Municipal de Saúde para acabar com os gastos com imóveis alugados:

Gilberto Denoziro Valadares da Silva
upagilbertodenoziro4

Segundo a administração passada, o funcionamento do P.A. custa R$ 800 mil mensais. Este montante todo sai dos cofres do município e pesa muito no orçamento. A ampliação para UPA tinha como meta conseguir recursos do Estado e da União para ajudar no custeio da unidade.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
Don`t copy text!