Servidores municipais formam comissão e querem ajudar interventor do Sitraserp

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

sitraserp_2014
O Ministério Público de Minas Gerais na Comarca de Pará de Minas determinou a abertura de um processo de intervenção no Sindicato dos Servidores do Serviço Público Municipal de Pará de Minas (Sitraserp).

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

Com isso foi nomeado como interventor o advogado Rômulo de Oliveira Mendonça. A entidade de classe responde a um processo em que foram denunciadas supostas irregularidades administrativas.

Se ficar comprovada alguma ilegalidade, o presidente do Sitraserp, Osvaldo dos Santos Martins Filho, e o tesoureiro Daniel Silva Tavares, podem responder judicialmente por improbidade administrativa.

A atual diretoria foi afastada e o interventor deverá executar todas as atribuições descritas na sentença da Promotoria Pública. Uma delas será a convocação de uma eleição para escolha de novos diretores, cumprindo todas as regulamentações de um edital e com base no estatuto da entidade.

O servidor público municipal Adriano da Silva Medeiros, autor de várias denúncias contra o presidente do Sitraserp no Ministério Público de Pará de Minas, informou que foi realizada uma assembleia geral que seguiu todos os trâmites legais.

Ele explica que uma comissão foi formada para conversar com o interventor e se colocar à disposição para auxiliá-lo na gestão do Sitraserp durante os próximos meses e durante as eleições da nova diretoria, caso ele aceite:

Adriano da Silva Medeiros
adrmdrs_sitr1

Adriano da Silva Medeiros lembra que apresentou uma pasta contendo várias provas contundentes sobre as possíveis irregularidades cometidas na instituição. Ele disse que sempre acreditou na Justiça:

Adriano da Silva Medeiros
adrmdrs_sitr2

Ele destacou a importância de todos os servidores públicos municipais apoiarem a intervenção no Sitraserp. A expectativa é de que tudo seja resolvido em cumprimento ao que determina a lei:

Adriano da Silva Medeiros
adrmdrs_sitr3

A medida tomada pelo MP repercutiu na Câmara Municipal de Pará de Minas. Durante a reunião da última segunda-feira (14) alguns vereadores comentaram o processo. Rodrigo Varela Franco lembrou as denúncias em relação à falta de pagamentos ao plano de saúde intermediado pelo Sitraserp:

Rodrigo Varela Franco
rodvar_sitr

O vereador Marcos Aurélio dos Santos afirmou que o ex-presidente do Sitraserp sempre usava a expressão “procure a Justiça” e desta vez o Poder Judiciário foi acionado e agiu conforme determina a lei:

Marcos Aurélio dos Santos
marcaur_sitr

O vereador Geraldo Luiz Batista também lembrou dos inúmeros servidores públicos que o procuraram e reclamaram sobre os problemas referentes ao plano de saúde mantido pelo sindicato:

Geraldo Luiz Batista
gerluiz_sitr

A reportagem do Portal GRNEWS procurou o advogado Rômulo de Oliveira Mendonça, mas ele não foi encontrado para falar sobre o assunto. O ex-presidente do Sitraserp, Osvaldo dos Santos Martins Filho foi contatado, porém não estava em Pará de Minas.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

Don`t copy text!