Gestores do CBH-Pará pretendem investir nos municípios da região de Pará de Minas

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

O paraminense José Hermano de Oliveira Franco foi empossado no dia 8 de agosto de 2018 como presidente do Comitê de Bacia Hidrográfica do Rio Pará (CBH-Pará).

José Hermano tem um extenso histórico na parte administrativa de entidades ligadas ao meio ambiente. Há anos é gerente da AMA Pangeia e tem inclusive entusiasmado os outros membros com os projetos da ONG que tem dado resultados positivos em Pará de Minas e região.

Quando assumiu o CBH-Pará os desafios eram muitos e entre os principais, reestruturar o comitê. Para que isso acontecesse foi necessário entrar com uma ação judicial contra o governo estadual.

É que o ex-governador Fernando Pimentel (PT) reteve os valores de direito do comitê e a atual administração não tem como arcar com os repasses. O Rio Pará tem autorização para estas cobranças e a partir deste ano o Paraopeba também passará a cobrar de quem utiliza suas águas.

Mesmo com a falta de recursos, o comitê tem caminhado, como afirma o presidente José Hermano de Oliveira Franco:

José Hermano de Oliveira Franco
josehermanocbhp1

Os valores, que devem ser repassados para os comitês, são utilizados em várias frentes, mas sempre como o objetivo de ajudar a população em geral e claro, os mananciais:

José Hermano de Oliveira Franco
josehermanocbhp2

O comitê é composto por cerca de 35 municípios banhados pelos rios Pará, Itapecerica, São João, Lambari, Picão e Rio do Peixe. O CBH-Pará arrecada em média R$ 4 milhões por ano e todo o valor é investido em melhorias nos mais diversos setores.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
[wp_bannerize_pro id="valenoticias"]
Don`t copy text!