Especialista alerta para o aumento dos casos de rinite e sinusite durante o inverno

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

Tempo frio e umidade relativa do ar baixa significam uma coisa: as temíveis doenças terminadas em “ite”. A sinusite e a rinite costumam vir com tudo no inverno e os resultados são longas filas nos postos de saúde e farmácias.

Tudo começa com uma simples alergia que pode se complicar com o tempo, por isso é preciso atenção em todos os casos por mais normais que eles pareçam.

Os vírus e bactérias presentes principalmente nos ambientes fechados e nas pessoas já com quadro alérgico, é que desencadeiam estas doenças que precisam de tratamento o mais rápido possível.

O médico especialista em Otorrinolaringologia Jayson Peixoto Machado explica a diferença entre as “ites” e como diagnosticar cada uma:


Jayson Peixoto Machado
drpeixotoite1

Durante o inverno também são comuns gripes e resfriados e são os sintomas que diferenciam qual é a doença, que pode se agravar caso o paciente seja fumante:

Jayson Peixoto Machado
drpeixotoite2

Caso tenha algum dos sintomas, como nariz escorrendo ou coçando, dores no corpo, febre ou tosse, procure o médico de sua confiança ou a unidade de saúde mais próxima de casa para evitar que a doença se agrave.

O médico especialista em Otorrinolaringologia atende na Rua Lage, 131, Centro, em Pará de Minas. Telefone: (37) 3232-2444.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

Don`t copy text!