Beneficiários do INSS quem recebem nas agências bancárias devem fazer prova de vida

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

Desde 2012 o beneficiário do Instituto Nacional do Seguro (INSS) deve declarar que está vivo pelo menos uma vez ao ano para continuar recebendo o benefício. A medida visa evitar pagamentos indevidos e também fraudes por quem recebe através de conta corrente ou poupança e cartão magnético.

De acordo com o INSS, em junho, 626.171 beneficiários não havia ido aos bancos no último ano para a comprovação. Só em Minas Gerais o número chega a 82 mil pessoas. No total, mais de 35 milhões de brasileiros recebem algum benefício do Instituto.

Há três formas de comprovar. A principal é ir até o banco onde recebe o benefício munido de um documento de identificação com foto. O idoso com 60 anos ou mais. O gerente substituto da agência do INSS em Pará de Minas, Gabriel Leite Gomes, disse à reportagem do Portal GRNEWS, que o segurado também pode agendar um atendimento no INSS para fazer a prova de vida e quem tiver dificuldades de locomoção pode solicitar a visita de um servidor do Instituto:


Gabriel Leite Gomes
gabrielleiteprovavida1

Assim que o procedimento é realizado, a liberação do dinheiro é automática. Quem passar do tempo hábil tem o benefício bloqueado e depois ele pode ser cancelado:

Gabriel Leite Gomes
gabrielleiteprovavida2

O agendamento do atendimento no Instituto deve ser feito pela Central no telefone 135 ou pelo Meu INSS.

Outros serviços também podem ser requisitos pelo site ou no aplicativo com o mesmo nome. Serviços de revisão que é quando o segurado não concorda com o valor, recursos, cópia de processos, aposentadorias e pensões também podem ser requisitados pela internet.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

Don`t copy text!