CPI da Turi na Câmara Municipal está pronta para ouvir usuários do transporte coletivo em Pará de Minas

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

Há anos os paraminenses reclamam do serviço prestado pela Turi Transportes em Pará de Minas. Mesmo sem contrato desde setembro de 2017 a empresa continua prestando o serviço e os usuários se queixam de atraso nos horários, ônibus com defeitos, motorista que exerce também a função de cobrador e o valor da passagem, hoje R$3,20.

Durante as reuniões da Câmara Municipal os vereadores sempre usam a tribuna para reclamar do serviço prestado pela empresa. Os diretores são convidados para explicar alguma situação e nunca apareceram.

Por isso, no dia 11 de março de 2019, o vereador Mário Justino da Silva (PRB) propôs a criação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar a atuação da Turi. Nove dos 17 vereadores assinaram e o presidente da Câmara Municipal Dilhermando Rodrigues Filho (PSDB), por meio de decreto Legislativo, autorizou a abertura.

O presidente da CPI é Marcus Vinícius Rios Faria (MDB) que destaca o objetivo da Comissão Parlamentar de Inquérito e os três pontos que serão apurados:


Marcus Vinícius Rios Faria
marcuscpi1

Os questionamentos a respeito da falta de contrato e o serviço prestado pela Turi começaram na Câmara Municipal, segundo Marcus Vinícius Rios Faria, quando Fernando Antônio Amaral, o Timbé deixou a Secretaria Municipal de Gestão Pública no dia 6 de outubro de 2017.

Ele ressalta que a população é imprescindível para o sucesso da CPI. Como as oitivas são abertas ao público em geral, qualquer pessoa poderá fazer perguntas:

Marcus Vinícius Rios Faria
marcuscpi2

Profissionais de vários segmentos envolvidos direta ou indiretamente com a empresa responsável pelo transporte coletivo urbano em Pará de Minas serão convidados e convocados para as oitivas que tem início nesta semana:

Marcus Vinícius Rios Faria
marcuscpi3

A Prefeitura publicou no dia 2 de maio o edital de licitação para concessão do transporte coletivo urbano em Pará de Minas A abertura dos envelopes ocorrerá no dia 4 de junho às 9 horas. Mesmo tendo publicado o documento a CPI para apurar denúncias da Turi será realizada.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
Don`t copy text!