Pará de Minas registra 20 notificações de casos de Dengue em 2020; em São José da Varginha incidência é alta

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

Mais um Boletim Epidemiológico de monitoramento dos casos de Dengue, Febre Chikungunya e Zika vírus foi divulgado pela Secretaria de Estado de Saúde (SES), na tarde desta terça-feira, 14 de janeiro. Até agora, são 677 casos prováveis de Dengue e não há registro de pacientes em estado grave.

Quando à Febre Chikungunya, são oito notificações em 2020; e até o momento apenas um caso em não gestante foi notificado para Zika vírus.

A SES continua em situação de alerta após o estado viver uma epidemia das doenças em 2019. No ano passado 173 mineiros morreram em decorrência da Dengue e outros 101 casos permanecem em investigação.

Em Pará de Minas, nas últimas quatro semanas, 20 casos de Dengue foram notificados e estão em investigação pela Fundação Ezequiel Dias (Funed). Nenhum registro foi feito para Febre Chikungunya ou Zika vírus.

Mas uma cidade da região está em alerta total. São José da Varginha tem, segundo a Secretaria, 4.927 moradores, e 16 casos de Dengue já foram notificados este ano. A incidência neste caso é considerada alta.

A Vigilância Sanitária pede que a população redobre a atenção e elimine qualquer criadouro do Aedes aegypti. Segundo informações da SES, as fêmeas do mosquito têm preferencias por alguns locais. Exemplo disso são as caixas d’água e cisternas; depósitos em obras e horticultura; depósitos de barro como filtros e potes; vasos e frascos com água; recipiente de degelo de refrigeradores e bebedouros; calhas, ralos, tanques, pneus e lixos.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

Don`t copy text!