Posse responsável: criação do cachorro é o que o torna agressivo, alerta médica veterinária

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

O ataque de dois cães a uma menina de dois anos na terça-feira, 10 de setembro, em Pará de Minas ainda é notícia em todo o Estado de Minas Gerais. A garotinha, segundo relatos de familiares, estava dormindo no quarto quando os cachorros das raças Pitbull e Rottweiler saíram do canil, entraram pela porta da cozinha que estava entreaberta e começaram a morder a menina. A mãe teria ido a uma casa próxima e vizinhos tiveram que quebrar a janela para tirar a garota do quarto. Ela teve parte do couro cabeludo arrancado e os cães atingiram com mordidas principalmente o pescoço dela, que foi levado ao Hospital Nossa Senhora da Conceição e depois transferida pelo helicóptero Arcanjo do Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (CBMMG) até o Hospital João XVIII em Belo Horizonte onde está internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Ainda segundo relatos de familiares, na tarde quinta-feira (12) ela começou a reagir ao tratamento e passará nos próximos dias por uma cirurgia.

Mas o ataque levantou algumas questões. Muitos falam sobre as raças destes cães considerados agressivos. Já outros dizem que o animal só é maldoso quando é ensinado a ser assim. Para tentar responder a estas dúvidas, a reportagem do Portal GRNEWS procurou a médica veterinária Clara Mendes.

E a profissional confirma: as raças Pitbull e Rottweiler são geneticamente mais fortes mas a criação destes animais é que vai determinar seu comportamento:

Clara Mendes
claramendescaes1

Há relatos ainda pela internet e nas redes sociais, que os cães destas raças não gostam de pessoas mais novas, o que a veterinária não acredita. Na clínica onde ela atua as próprias crianças levam os animais para as consultas e banhos.

Ela alerta para a necessidade da posse responsável. Quando se cria animais de grande porte é preciso ter espaço e adestramento:

Clara Mendes
claramendescaes2

A dica ainda é educar o animal impondo regras. É que o cão precisa de uma liderança e extravasar a energia. A ideia é passear com o cão e ajuda-lo a exercitar, pois com isso o cachorro ficará mais alegre e com isso, dócil.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

Don`t copy text!