Pará de Minas já é abastecida pelo Rio Pará e dinheiro de multa da Vale vai pra ações ambientais e melhorias em Meireles

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

Como o Portal GRNEWS adiantou, foi concluída a operação assistida da adutora do Rio Pará, construída pela Vale como medida de reparação aos danos causados ao Rio Paraopeba, principal fonte de captação de água e abastecimento de Pará de Minas. A concessionária Águas de Pará de Minas junto à mineradora, fizeram por dois meses, uma operação assistida, onde foi captada água do rio, trazida para a Estação de Tratamento de Água de Pará de Minas, localizada no bairro Nossa Senhora das Graças, tratada e distribuída aos imóveis paraminenses.

Durante este período os profissionais da concessionária puderam averiguar se havia algum problema na adutora e se houvesse, imediatamente a mineradora seria responsável pela resolução.

O superintendente da Águas de Pará de Minas Rodrigo Assad Macool explica como foi a operação e que o Município, que é quem receberá a adutora da Vale, ainda não assinou o termo de recebimento:


Rodrigo Assad Macool

rodassmacadrp1

Assim como na adutora do Paraopeba, a Águas de Pará de Minas tem um sistema totalmente automatizado na obra do Rio Pará. Na sala de operações os técnicos visualizam qualquer problema. Com os sensores de pressão é possível ver o que houve de errado em uma tubulação por exemplo, e resolver:

Ascom Prefeitura de Pará de Minas

Rodrigo Assad Macool
rodassmacadrp2

O período chuvoso passou mas os ribeirões Paciência e Paivas continuam com boa captação de água, sendo utilizados em boa parte do dia para abastecer a cidade. Com a adutora do Rio Pará este abastecimento não será comprometido mesmo no período de seca:

Rodrigo Assad Macool
rodassmacadrp3

O prefeito Elias Diniz (PSD) aguarda com ansiedade a assinatura do termo de recebimento, para dar segurança jurídica ao Município. Todos os documentos também serão enviados ao Ministério Público para comprovação:


Elias Diniz

eliasdadrp1

Elias Diniz também trouxe novidades em relação à multa da Vale pelo atraso na entrega da adutora. Após várias reuniões chegaram a um acordo de R$ 10 milhões que serão investidos no meio ambiente e também na comunidade de Meireles:

Elias Diniz
eliasdadrp2

A Vale ainda não divulgou quando a Prefeitura de Pará de Minas poderá assinar o termo de recebimento da adutora do Rio Pará.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
[wp_bannerize_pro id="valenoticias"]
Don`t copy text!